Elenco da Seleção Brasileira no Sul-Americano de 1919

3º Campeonato Sul-Americano – Brasil 1919

O Primeiro Título do Brasil

Após as edições de 1916 e 1917, coube ao Brasil sediar a Copa América de 1918. Mas uma epidemia de gripe que assolava o Rio de Janeiro acabou cancelando a competição naquele ano. O adiamento do evento, no entanto, acabou sendo bom para os brasileiros, que puderam reformar o Estádio das Laranjeiras, o principal do Rio de Janeiro. Ampliado, o campo do Fluminense, clube aristocrático na época, recebeu públicos de até 26 mil pessoas.

Liderada pelos craques Artur Friedenreich e Neco, a Seleção Brasileira premiou o público carioca e conseguiu seu primeiro título internacional, quebrando a hegemonia dos uruguaios, então bicampeões sul-americanos. Na decisão do campeonato, os brasileiros precisaram de 150 minutos para superar o rival Uruguai. Após o empate de 0 x 0 no tempo normal (90 minutos), as seleções fizeram mais duas prorrogações de 30 minutos. E o gol da vitória brasileira só saiu aos 2 minutos da última prorrogação, ou no minuto 122 do confronto. Friedenreich, também conhecido como “El Tigre”, fez o gol do título. (Fonte: www.ca2011.com)

História:

A disputa do III Campeonato Sul-Americano deveria acontecer em 1918, no Rio de Janeiro. Mas a epidemia de gripe espanhola, que matou milhares de pessoas, adiou para o ano seguinte a sua realização.

A realização do III Campeonato Sul-Americano de Futebol, na cidade do Rio de Janeiro, em 1919 foi então coroada de êxito. A convocação dos jogadores, horários de treinos marcados com antecedência, tudo foi feito de maneira organizada para os padrões da época.

A comissão técnica escolhida pela então CBD (Confederação Brasileira de Desportos) era formada pelos jogadores Amílcar Barbuy e Arnaldo Silveira (capitão), além de Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Netto.

Em sua estréia, o Brasil venceu o Chile pelo placar de 6 X 0. O Estádio das Laranjeiras, que segundo os cálculos dos seus engenheiros só atingiria a lotação de 25 mil espectadores dentro de algumas décadas, ficou pequeno.

Além da lotação esgotada, quase 10 mil espectadores assistiram à partida em cima de uma pedreira ou em árvores e muros, ou seja, de qualquer lugar em que pudessem observar os movimentos dos jogadores.

Na segunda partida, os adversários foram os argentinos. A Seleção Brasileira deu um verdadeiro show de bola e venceu por 3 X 1.

Veio a partida contra os uruguaios, que jogavam de luto pelo falecimento do seu goleiro Roberto Cherry, durante operação causada por um choque com um atacante chileno durante a competição. A partida terminou empatada em 2 X 2. O destaque da partida foi o atacante Neco, que levou a Seleção ao empate após estar perdendo por 2 X 0.

Foi necessária a realização de uma partida de desempate entre os uruguaios e os brasileiros. O jogo aconteceu no dia 29 de maio e se tornou um marco na história do nosso futebol.

O governo decretou ponto facultativo nas repartições públicas, os bancos e as principais casas comerciais ficaram fechados. Para se ter uma idéia, o jogo estava marcado para as 14 horas, mas às 9 horas já tinha gente chegando ao Estádio das Laranjeiras. A partida terminou empatada em 0 X 0, no seu tempo normal.

Veio a disputa da prorrogação. A partida continuava equilibrada, com lances de perigo acontecendo a todo instante. Fim da prorrogação e o placar não se alterou.

Por mais incrível que possa parecer, houve necessidade da segunda prorrogação de 30 minutos. Os jogadores, extenuados pelo desgaste físico e emocional, se arrastavam em campo.

Aos 3 minutos, Neco invade pelo lado direito perseguido por Foglino, já quase na linha de fundo cruza para Heitor, que chuta para o gol. Saporiti defende parcialmente, a bola cai nos pés de Friedenreich, que fuzila a meia altura e a bola morre no fundo das redes.

No segundo tempo, as equipes se arrastaram sem nada produzir. O Brasil era campeão sul-americano, e Friedenreich foi transformado em herói nacional. Ganhou o apelido de “El Tigre” por parte dos uruguaios. (Fonte: CBF News) (Fonte: Museu Virtual do Futebol)


.:: Os Campeões Sulamericanos ::.

FORMAÇÃO DO BRASIL QUE VENCEU O URUGUAI NA FINAL – BRASIL CAMPEÃO
Em pé: Pedro Barbera (árbitro), Sérgio, Fortes, Millon, Bianco, Marcos Mendonça, Neco, Píndaro, Amílcar, Heitor, Arnaldo, Friedenreich e Adilson Penteado (Bandeirinha).
Crédito: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com
Elenco da Seleção Brasileira na Cimpetição
PO Nome Completo Alcunha Clube Jgs Gol PP
GO Marcos Carneiro de Mendonça Marcos Fluminense/RJ 4 3 2
GO Dionysio Álvaro dos Santos Dionysio FC Santos/SP 0 0 1
DF Píndaro de Carvalho Rodrigues Píndaro CR Flamengo/RJ 4 0 1
DF Bianco Spartaco Gambini Bianco SS Palestra Itália/SP 4 0 1
DF Luiz Bento Palamone Palamone AA Mackenzie/SP 0 0 1
ME Sérgio Pereia Pires Sérgio CA Paulistano/SP 4 0 1
MD Arthur Antunes Moares e Castro Laís FC Fluminense/RJ 0 0 1
CM Amílcar Barbuy Amílcar SC Corinthians/SP 4 1 3
ME Armando de Almeida Gallo CR Flamengo/RJ 1 0 3
ME Agostinho Fortes Filho Fortes FC Fluminense/RJ 3 0 1
ME Álvaro Martins Martins FC América/RJ 0 0 1
AT Luiz Maia de Bittencourt Menezes Luiz Menezes FC Botafogo/RJ 1 0 1
AT Adolpho Millon Junior Millon FC Santos/SP 3 0 2
AT Manoel Nunes Neco SC Corinthians/SP 3 0 2
AT Oscar Cyrillo Carregal Carregal FC Santos/SP 0 0 1
AT Arthur Friedenreich Friedenreich FC Paissandu/SP 4 4 2
AT Arlindo Correia Pacheco Arlindo SC Corinthians/SP 0 0 1
AT Heitor Marcelino Domingues Heitor SS Palestra Itália/SP 3 1 1
AT Haroldo Pereira Domingues Haroldo FC Santos/SP 1 1 2
AT Arnaldo Patusca da Silveira Arnaldo FC Santos/SP 4 0 2
DT Ground Commitee Ground Commitee Confederação Brasileira Desportos
• Ground Comitee: Amílcar Barbuy, Benedicto , Mário Pollo, Alfonso de castro, Ferreira Vianna Netto e Arnaldo Patusca da Silveira “Capitão”.
• Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo, o “Capitão”.
• Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD).
• O Botafogo Football Clube é o atual Botafogo de Futebol e Regatas.
• A Societá Sportiva Palestra Itália é a atual Sociedade Esportiva Palmeiras.

.:: Campanha do Brasil ::.
Primeira Rodada
11 de maio de 1919 – Estádio das Laranjeiras, Rio de Janeiro – 20.000 pag
Brasil 6 x 0 Chile
Friedenreich, 19′
Neco, 21′
Friedenreich, 38′
Friedenreich, 76′
Haroldo, 79′
Neco, 83′
Jogo 1
Segunda Rodada
18 de Maio de 1919 – Estádio das Laranjeiras, Río de Janeiro – 22.000 pag
Brasil 3 x 1 Argentina
Heitor Domingues, 22′
Amílcar, 57′
Millon, 77′
Jogo 2 Carlos Izaguirre 65′
Terceira Rodada
25 de Maio de 1919 – Estádio das Laranjeiras, Río de Janeiro – 23.000 pag
Brasil 2 x 2 Uruguai
Neco, 29′
Neco, 63′
Jogo 3 Isabelino Gradín, 13′
Carlos Scarone, 17′
Jogo Desemapte
29 de Maio de 1919 – Estádio das Laranjeiras, Río de Janeiro – 28.000 pag
Brasil 1 x 0 Uruguai
Friedenreich, 122′ Jogo 4
# Para acessar as escalações das equipes, por favor, clique na palavra Jogo;
Tabela de Classificação do Torneio
Selelçao (Treinador) Pts Jgs Vit Emp Der GP GC Sg
Brasil (Ground Comitee) 7 4 3 1 0 12 3 9
Uruguai (Severino Castillo) 5 4 2 1 1 7 5 2
Argentina (Sem Registro) 2 3 1 0 2 7 7 0
Chile (Héctor Parra) 0 3 0 0 3 1 12 -11
# Quadrangular disputado em turno único de todos contra todos em pontos corridos;
# Brasil e Uruguai haviam terminado empatados com 5 pontos ganhos e naquela época o regulamento previa um jogo-desempate para decidir o título. E o Brasil foi campeão;

.:: Os Campeões – The Champions ::.
Marcos Dionysio Píndaro Bianco Palamone
Sérgio Laís Amílcar Gallo Fortes
Martins Luiz Menezes Millon Neco Carregal
Friedenreich Arlindo Heitor Haroldo Arnaldo

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

2 responses to this post.

  1. […] pelo clube e após pendurar as chuteiras tornou-se treinador do Palmeiras. Também foi campeão do Sulamericano de 1919 jogando como titular pela Seleção Brasileira. Títulos pelo Palmeiras: Paulista (1920, 1926, […]

    Resposta

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: