Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1934 na Itália

Campionato Mondiale di Calcio – 1934 FIFA World Cup

.:: 2ª Copa do Mundo, Itália 1934 ::.

A Copa do Mundo de 1934 foi a primeira na qual os países tiveram que se classificar na disputa das Eliminatórias para poder participar. O número de nações participantes desta vez dobrou em relação à edição anterior, sendo que 70% das 32 nações eram do continente Europeu.

O Mundial de 1934 como o de 1938 teve interesses políticos em jogo: o regime fascista subjugava a Itália, e o ditador Benito Mussolini planejou transformar o evento numa espécie de propaganda pró-regime. A influência indiscutível de Mussolini se impôs em diversos aspectos, como por exemplo a escolha pré-determinada de árbitros “suspeitos” nas partidas da anfitriã Itália. O sueco Ivan Eklind, que apitou a semifinal e a final, teria se encontrado com Mussolini antes das partidas. Misteriosamente, decisões polêmicas foram tomadas, sempre em favor da Itália (expulsões e gols anulados de adversário.) Alguns árbitros influenciaram tanto nos resultados da Itália que foram expulsos por suas pátrias após o torneio, caso do suíço René Mercet e do belga Luis Baert.

Duas peculiaridades marcaram a Copa do Mundo de 1934: O defensor do título, Uruguai, recusou o convite para participar, num boicote aos europeus por terem ignorado a edição anterior, em 1930 (Apenas 4 seleções européias participaram do torneio: Bélgica, França, Iugoslávia e Romênia), tornando-se assim o único defensor de título que não competiu no torneio seguinte. Além disso, a anfitriã Itália teve que passar pelas Eliminatórias, na única ocasião em que um país-sede precisou disputar Eliminatórias.

O modelo do mundial aconteceu em estilo “mata-mata”, composto por 5 fases com os confrontos das oitavas definidos por sorteio: Oitavas, Quartas, Semifinal, Disputa do 3º Lugar (ausente em 1930) e Final. Participaram doze seleções européias: Áustria, Tchecoslováquia, Alemanha, Hungria, Itália, Espanha, Suécia, Suíça, França, Romênia, Bélgica e Holanda; Duas sul-americanas: Brasil e Argentina; Uma norte-centro-americana: Estados Unidos e uma africana: Egito.

A maior goleada da Copa ocorreu logo na primeira fase, Itália 7 x 1 Estados Unidos. O Brasil, outra vez desfalcado devido às eternas brigas entre cariocas e paulistas, deu vexame: Perdeu por 3 x 1 da Espanha e voltou para casa. Outra decepção foi a Argentina, vice-campeã do mundo, que foi eliminada pela Suécia por 3 x 2. As grandes forças Mundial de 1934 eram a Itália, a Espanha, a Hungria e a Tchecoslováquia.

O primeiro jogo-desempate da história das Copas foi entre Itália e Espanha. No primeiro jogo, empate em 1 x 1 após a prorrogação (neste tempo ainda não havia disputa por pênaltis). No desempate, deu Itália: 1 x 0. Nas semifinais, em Milão a Itália venceu a Áustria por 1 x 0 e em Roma a Tchecoslováquia bateu a Alemanha por 3 x 1. Na Disputa pelo 3º lugar a Alemanha venceu a Áustria por 3 x 2.

A final foi disputada no Estádio Olímpico de Roma, sob presença do imponente Mussolini e de outros 50 mil espectadores. A Itália empatou o jogo com a Tchecoslováquia no tempo normal, e na prorrogação Angelo Schiavio fez o gol do título italiano: 2×1. (Fonte: wikipedia.org)

Seleção Brasileira:

Na Copa do Mundo de 1934, o Brasil foi prejudicado pelas brigas entre os dirigentes das entidades futebolísticas amadora e profissional. Alguns jogadores do Palestra Itália,como Romeu, Lara, Gabardo, Junqueira e Tunga chegaram a ser escondidos numa fazenda em Matão (SP), para não serem convocados pela CBD. A fazenda foi cercada de guardas armados. Como o lugar era tenebroso, assustando até os próprios jogadores, um diretor do Palestra Itália os transferiu para sua casa de praia.

O goleiro da Seleção Brasileira, Pedrosa, seguiu a carreira de cartola depois de parar de jogar futebol. Roberto Gomes Pedrosa foi presidente da Federação Paulista de Futebol e chegou a emprestar seu nome ao antigo Torneio Rio-São Paulo, embrião do campeonato nacional.

Na equipe brasileira outro jogador também se tornaria mais famoso, não pela sua atuação na Copa, mas sim pelo que faria posteriormente. O atacante Valdemar de Brito foi quem levou um jovem chamado Pelé para o Santos, em 1945.

O Brasil parece não ter aprendido com os erros da Copa de 1930, no Uruguai. Quatro anos mais tarde, na Itália, os problemas e o resultado foram os mesmos: elenco desfalcado pela briga entre paulistas e cariocas e eliminação logo na primeira fase.

Em sua mais breve campanha em Copas do Mundo, o Brasil viajou 15 dias de navio até a Europa e viu o sonho de conquistar o título se desfazer em apenas 90 minutos de bola rolando, com uma derrota incontestável para a forte seleção espanhola.

Dessa vez, a divisão foi entre profissionais e amadores. A CBD (Confederação Brasileira de Desportos) condenava o profissionalismo, já instalado em São Paulo. Para tentar convencer alguns profissionais, a CBD ofereceu pequenas fortunas em dinheiro pela participação no Mundial.

O amadorismo era tamanho que, no papel, Luís Vinhais era o treinador, mas quem exercia o cargo era Carlito Rocha. Inscrito como árbitro, Rocha não poderia, oficialmente, comandar a equipe do banco de reservas e, dessa forma, acompanhava as partidas como delegado do grupo brasileiro.

Na Itália, apenas um treino antes da partida contra os espanhóis foi realizado. Durante a viagem, os 15 dias no navio engordaram muitos jogadores, que não tiveram tempo para recuperar a forma física.

Pouco inspirado e sem mobilidade, o Brasil sucumbiu. Aos 30min de jogo, a seleção brasileira já perdia por 2 a 0, ambos os gols marcados por Iraragorri.

Quando a partida ainda estava apenas no 1 a 0 para os espanhóis, aos 17min, Waldemar de Brito cobrou pênalti defendido pelo fora-de-série Zamora, destaque entre os goleiros da primeira metade do século 20.

A defesa de Zamora, além de impedir o empate do Brasil, abalou o ânimo dos jogadores brasileiros e deu inspiração para que a Espanha aumentasse a vantagem. No fim do primeiro tempo, o Brasil era derrotado 3 a 0 – Langara havia marcado o terceiro.

Aos 27min da etapa final, Leônidas da Silva começou a escrever seu nome na história ao marcar o único gol da seleção brasileira. A derrota eliminou o Brasil logo na estreia, impondo ao país a sua pior campanha em Copas do Mundo. (Fonte: uol.com.br)


.:: Brasil, 14º Colocado ::.
Delegação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1934.
Em pé: Pedrosa, Martim, Armandinho, Tinoco, Patesko, Luizinho, Luiz Luz e Leônidas;
Agachados: Áttila, Sylvio, Waldemar, Canalli, Germano, Carvalho Leite, Otacílio e Waldyr.
Crédito: www.mochileiro.tur.br
Elenco da Seleção Brasileira
Atleta Alcunha Clube J G P
1 GO Germano Boettcher Sobrinho Germano Botafogo/RJ 0 0 1
2 GO Roberto Gomes Pedrosa Pedrosa Botafogo/RJ 1 3 1
3 DF Luiz dos Santos Luz Luiz Luz Grêmio/RS 1 0 1
4 DF Octacílio Pinheiro Guerra Octacílio Botafogo/RJ 0 0 1
5 DF Sylvio Hoffmann Mazzi Sylvio Hoffmann São Paulo-F/SP 1 0 1
6 MC Ariel Augusto Nogueira Ariel Botafogo/RJ 1 0 1
7 MC Heitor Canalli Canalli Botafogo/RJ 1 0 1
8 MC Alfredo Alves Tinoco Tinoco Vasco da Gama/RJ 1 0 1
9 MC Martim Mércio da Silveira Martim Silveira Botafogo/RJ 1 0 1
10 MC Wálter de Britto Guimarães Waldyr Botafogo/RJ 0 0 1
11 AT Armando dos Santos Silva Armandinho São Paulo-F/SP 1 0 1
12 MC Átila de Carvalho Átila Botafogo/RJ 0 0 1
13 AT Carlos A. Dobbert Carvalho Leite Carvalho Leite Botafogo/RJ 0 0 2
14 AT Leônidas da Silva Leônidas da Silva Vasco da Gama/RJ 1 1 1
15 AT Luís Mesquita de Oliveira Luizinho São Paulo-F/SP 1 0 1
16 AT Rodolpho Barteczko Patezko Nacional/URU 1 0 1
17 AT Waldemar de Brito Waldemar São Paulo-F/SP 1 0 1
Coach: Luiz Augusto Vinhaes Luiz Vinhaes Confederação Brasileira Desportos
# Capitão da Seleção Brasileira na Competição: Martim Silveira.
# Luiz Menezes foi o único remanescente da copa de 1930;
# O São Paulo da Floresta é o atual São Paulo Futebol Clube.

.:: Campanha do Brasil ::.
Primeira Fase – Oitavas de Final
27/05/1934 – Stadio Luigi Ferraris, em Genoa – 21,000 pag
Brasil – Brazil 1 x 3 Espanha – Spain
Leônidas da Silva, 55′ LINK José Iraragorri, 18′ (pen)
José Iraragorri, 25′
Isidro Lángara, 29′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link

.:: Os Jogadores – The Players ::.

# Crédito das Imagens: www.folha.uol.com.br/copas-do-mundo

.:: Copas do Mundo – World Cups ::.
Clique nos nomes. Aguarde 5 segundos. Feche a propaganda. Acesse a página;
(Click in the names. Wait 5 seconds. Close the advertisement. Access the page)
1930 1934 1938 1950 1954
1958 1962 1966 1970 1974
1978 1982 1986 1990 1994
1998 2002 2006 2010 2014

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: