15/01/1939 – Brasil 1 x 5 Argentina

.:: Jogo Oficial – 59 – Official Match ::.
Imagem do jogo Brasil e Argentina pela Copa Roca de 1939 em São Januário;
Credit: www.futebolportenho.com.br
Ficha Tecnica
Brasil 1 x 5 Argentina
Roca Cup: Brazil 1 – 5 Argentina
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): 4ª Copa Roca, Brasil 1939 – Primeiro Jogo
• Data (Date): Domingo, 15 de Janeiro de 1939
• Estádio (Stadium): CR Vasco da Gama – São Januário, Rio de Janeiro/RJ
• Público (Attendance): cerca de 40.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Carlos de Oliveira Monteiro (Brasil / Brazil)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (no Registry)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (no Registry)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (no Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhum (None) Nenhum (None)
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-5 Leônidas da Silva, aos 16’/2º 1-0 Enrique García, aos 9’/1º
2-0 Herminio Masantonio, aos 20’/1º
3-0 Manuel Moreno, aos 34’/1º
4-0 Herminio Masantonio, aos 11’/2º
5-0 Manuel Moreno, aos 15’/2º
Brasil – Brazil Argentina
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
BATATAIS Lorenzato
DOMINGOS da Guia ©
Arthur MACHADO
Arthur BIORÓ
José BRANDÃO
MÉDIO da Guia
LUIZINHO Mesquita
ROMEU Pelliciari
LEÔNIDAS da Silva
TIM de Pádua
HÉRCULES Miranda
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Sebastián Inocencio GUALCO
Oscar NONTAÑÉZ
Sabino COLETTA
Arcádio LÓPEZ
Bruno RODOLFI
Perico “Arico” SUÁREZ
Carlos Desiderio PEUCELLE
Antonio SASTRE
Herminio MASANTONIO
José Manuel MORENO
Enrique GARCÍA
Coach: Carlos Nascimento CoacH: Ángel Fernández Roca
# Nenhuma Substituição # Nenhuma Substituição
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 3 1 x 2 1 x 5
● A Copa Rocca era um torneio disputadina; Está foi a quarta edição;
● Esta foi a primeira derrota do Brasil para os argentinos jogando em se território;
● Com esse resultado o Brasil terá que vencer o próximo jogo;
● Estreantes na Seleção Brasileira: Bioró, Médio e Carlos Nascimento;
● Próximo Jogo: 22/01 – Brasil x Argentina, pela Copa Roca, no Rio de Janeiro/RJ;
Atletas que Participaram da Partida
Nome do Atleta Alcunha Clube Jgs Gols
Batatais Pinheiro da Silva Batatais Fluminense/RJ 3 12
Domingos Antônio da Guia Domingos da Guia Flamengo/RJ 12 0
Arthur Machado Machado Fluminense/RJ 5 0
Arthur Evaristo Bioró Fluminense/RJ 1 0
José Augusto Brandão Brandão Corinthians/SP 9 0
Mamede Antônio da Guia Médio Flamengo/RJ 1 0
Luis Mesquita de Oliveira Luizinho Palestra Itália/SP 17 5
Leônidas da Silva Leônidas da Silva Flamengo/RJ 27 31
Romeu Pelliciari Romeu Fluminense FC 5 3
Elba de Pádua Lima Tim Fluminense/RJ 8 0
Hércules de Miranda Hércules Fluminense/RJ 3 0
Carlos Nascimento Carlos Nascimento CBD 1 Jogo
# Estreantes: Bioró, Médio e Carlos Nascimento;
# Bioró e Médio não jogaram mais pela seleção brasileira;

Crônica da Copa Roca

Em 1939 as relações entre AFA e Conmebol não eram das melhores. Assim, a associação que comanda o futebol argentino recusou o convite para participar do Campeonato Sul-Americano, alegando que iria participar da Copa Roca. O Brasil, que havia condicionado a participação no Sul-Americano à presença da Argentina, também recusou. E em 15 de janeiro de 1939, um domingo, Brasil e Argentina entraram no gramado do estádio de São Januário para decidir a quarta edição da Copa Roca.

A partir daquele ano, o regulamento da Copa Roca havia sido alterado. Ao invés de somente um jogo para decidir o campeão do torneio, agora estava prevista a realização de no mínimo duas partidas anuais e, se fosse preciso, seriam realizadas até quatro partidas. No caso de uma das equipes vencer as duas partidas, ela ficaria com a taça. Se uma das seleções ganhasse o primeiro jogo e empatasse o segundo, haveria uma prorrogação de 30 minutos e então a equipe que vencera a primeira partida jogaria por mais um empate para conquistar a taça. No caso de quatro empates, a Copa Roca ficaria com o vencedor da edição anterior.

O clima era de festa. A Argentina entrou em campo com uma bandeira brasileira e o Brasil entrou em campo com uma bandeira argentina. Nem parecia que pouco menos de dois anos antes as duas seleções tivessem se envolvido numa grande confusão pelo Sul-Americano. Mal o jogo começou e, aos nove minutos, García abriu o placar para os visitantes. Os brasileiros foram para cima tentando o empate e deixaram espaços. A Argentina se aproveitou disso e fez mais dois gols: um com Masantonio e outro com o grande José Manuel Moreno, craque do River Plate. Assim, o placar final do primeiro tempo assinalava um categórico 3 a 0 para a Argentina ante o olhar estupefato de mais de 50 mil pessoas.

A albiceleste voltou para o segundo tempo e continuou a esperar o Brasil no seu campo, para sair para o ataque com rapidez. Aos 12 minutos, outra vez Masantonio venceu a meta brasileira e colocou 4 a 0. Também pela segunda vez, Moreno pouco depois marcou o quinto gol argentino. Um minuto após o gol de Moreno, Leônidas aproveitou confusão na área e marcou o gol de honra do Brasil. As duas seleções tiveram mais chances, mas a partida terminou 5 a 1 para a Argentina. Pela primeira vez na história o Brasil era derrotado em casa e o resultado selou a maior vitória da Argentina sobre o rival. (Fonte: www.futebolportenho.com.br)


.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: