25/02/1940 – Brasil 0 x 3 Argentina

.:: Jogo Oficial – 62 – Official Match ::.
Capa do “Globo Sportivo” de 25/02/1940, quando a Argentina ganhou a Copa Roca;
Credit: globoesporte.globo.com
Ficha Tecnica
Brasil 0 x 3 Argentina
Roca Cup: Brazil 2 – 2 Argentina
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): 4ª Copa Roca, 1939 – 4º Jogo (Desempate)
• Data (Date): Doimngo, 25 de Fevereiro de 1940
• Estádio (Stadium): SS Palestra Itália – Parque Antártica, em São Paulo/SP
• Público (Attendance): Sem Registro (no Registry)
• Árbitro (Referee): José Ferreira Lemos “Juca” (Brasil / Brazil)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (no Registry)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (no Registry)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (no Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhum (none) Nenhum (none)
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Emilio Baldonedo, aos 35’/1º
2-0 Manuel Fidel, aos 42’/2º
3-0 Antonio Sastre, aos 44’/2º
Brasil – Brazil Argentina
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
AYMORÉ Moreira
JAÚ BARBOSA
FLORINDO Alves
José DEL NERO
Alberto ZARZUR © (Brandão)
ARGEMIRO da Silva
ADILSON Ferreira (Lopes)
ROMEU Pelliciari
LEÔNIDAS da Silva
TIM de Pádua
João CARREIRO
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Sebastián Inocencio GUALCO
José SALOMÓN
Víctor VALUSSI
Manuel ARAGUEZ
Ángel PERUCCA
Perico “Arico” SUÁREZ
Carlos Desiderio PEUCELLE (Zorrilla)
Antonio SASTRE
Luis ARRIETA
Emilio BALDONEDO (M. Fidel)
Enrique GRACÍA
Coach: Sylvio Lagreca Coach: Guillermo Stábile
Mc
At
José BRANDÃO
José LOPES
At
At
Juan ZORRILLA
Manuel FIDEL
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 1 0 x 2 0 x 3
● Jogo válido pela Copa Roca de 1939 que continou em 1940;
● Com esse resultado a Argentina conquistou a taça da Copa Roca pela 2ª vez;
● Estreamtes na Seleção Brasileira: Nenhum;
● Próximo Jogo: 05/03 – Argentina x Brasil, pela Copa Roca, em Buenos Aires;

.:: Galeria de Imagens ::.
Formação do Brasil que jogou a primeira partida da Copa Roca;
Em pé: Argemiro, Jurandyr (goleiro reserva), Junqueira, Zarzur, Jahu, Aymoré Moreira e Afonsinho; Agachados: Carreiro, Tim, Leônidas da Silva, Romeu Pelliciari e Adilson;
Credito: museudosesportes.blogspot.com.br
Atletas que Participaram da Partida pelo Brasil
Nome do Atleta Alcunha Clube Jogos Gols
Aymoré Moreira Aymoré Moreira Botafogo/RJ 2 5
Euclydes Barbosa Jaú Vasco da Gama/RJ 9 0
Florindo Alves Ferreira Florindo Vasco da Gama/RJ 2 0
José Del Nero Del Nero Palestra Itália/SP 2 0
Alberto Zarzur Zarzur Vasco da Gama/RJ 3 0
Argemiro Pinheiro da Silva Argemiro Vasco da Gama/RJ 3 0
Adílson Ferreira Arantes Adílson Madureira/RJ 3 1
Leônidas da Silva Leônidas da Silva Flamengo/RJ 30 34
Romeu Pelliciari Romeu Fluminense/RJ 8 3
Elba de Pádua Lima Tim Fluminense/RJ 10 0
João Baptista Siqueira Lima Carreiro São Cristõvão/RJ 4 0
José Augusto Brandão Brandão Corinthians/SP 11 0
José dos Santos Lopes Lopes Corinthians/SP 4 0
Sylvio Lagreca Lagreca CBD 2 Jogos
● Observações: Nenhuma;

Crônica da Copa Roca

Em 1939 as relações entre AFA e Conmebol não eram das melhores. Assim, a associação que comanda o futebol argentino recusou o convite para participar do Campeonato Sul-Americano, alegando que iria participar da Copa Roca. O Brasil, que havia condicionado a participação no Sul-Americano à presença da Argentina, também recusou. E em 15 de janeiro de 1939, um domingo, Brasil e Argentina entraram no gramado do estádio de São Januário para decidir a quarta edição da Copa Roca.

A partir daquele ano, o regulamento da Copa Roca havia sido alterado. Ao invés de somente um jogo para decidir o campeão do torneio, agora estava prevista a realização de no mínimo duas partidas anuais e, se fosse preciso, seriam realizadas até quatro partidas. No caso de uma das equipes vencer as duas partidas, ela ficaria com a taça. Se uma das seleções ganhasse o primeiro jogo e empatasse o segundo, haveria uma prorrogação de 30 minutos e então a equipe que vencera a primeira partida jogaria por mais um empate para conquistar a taça. No caso de quatro empates, a Copa Roca ficaria com o vencedor da edição anterior.

Uma semana após o empate, argentinos e brasileiros se encontraram novamente em São Paulo. Sob os olhares de mais de 35 mil pessoas, a Argentina saiu na frente com Baldonedo aos 35 minutos do primeiro tempo. Segundo relatos da época o resultado era justo e o primeiro tempo terminou com a seleção brasileira sendo vaiada. O Brasil voltou melhor para a segunda etapa, mas não conseguiu furar a defesa argentina. Com os brasileiros cansados, Manuel Fidel e Sastre aproveitaram os espaços e decretaram o placar final: 3 a 0 para a Argentina e a manutenção da Copa em Buenos Aires. Mas não haveria muito tempo para comemorar, pois a Copa Roca de 1940 seria disputada dali a duas semanas, agora na Argentina. (Fonte: www.futebolportenho.com.br)


.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: