Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1954

Championnat du Monde de Football 1954 – 1954 FIFA World Cup

.:: 5ª Copa do Mundo, Suiça 1954 ::.

A Copa do Mundo FIFA de 1954 foi a quinta edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol, que ocorreu de 16 de junho até 4 de julho. Em comemoração ao 50º aniversário da FIFA, o evento foi sediado na Suíça, onde encontra-se a sede do órgão; o país foi oficialmente selecionado como anfitrião em julho de 1946. Dezesseis seleções nacionais foram qualificadas para participar desta edição do campeonato, sendo 11 delas europeias (Suíça, Hungria, Áustria, Inglaterra, Alemanha Ocidental, Iugoslávia, França, Itália, Tchecoslováquia, Bélgica e Escócia), 3 americanas (México, Brasil e Uruguai) e 2 asiáticas (Turquia e Coreia do Sul).

Esta edição foi a que teve a maior média de gols de todas as copas, com 140 gols em 26 partidas, uma média de 5,38 gols por partida. Este recorde foi proporcionado principalmente pelos resultados do Grupo 2, que tinha a Hungria, a Alemanha Ocidental, a Turquia e a Coreia do Sul, tendo goleadas em todas as partidas (Alemanha Ocidental 4 x 1 Turquia; Hungria 9 x 0 Coreia do Sul; Hungria 8 x 3 Alemanha Ocidental; Turquia 7 x 0 Coreia do Sul; Alemanha 7 x 2 Turquia). Além disso, houve resultados como Uruguai 7 x 0 Escócia, Áustria 5 x 0 Tchecoslováquia, Alemanha 6 x 1 Áustria e Áustria 7 x 5 Suíça, esta última sendo a partida com o maior número de gols em todas as Copas.

A copa contou com grandes jogadores, como Fritz Walter, Max Morlock, Hans Schäfer e Helmut Rahn da Alemanha Ocidental, Ernst Ocwirk da Áustria, Julinho Botelho, Didi e Djalma Santos do Brasil, Roque Máspoli, Juan Schiaffino, José Santamaría e Obdulio Varela, capitão do Uruguai, Gyula Grosics, Nándor Hidegkuti, József Bozsik, Zoltán Czibor, Sándor Kocsis e Ferenc Puskás da Hungria, sendo este último considerado o melhor jogador da competição, um dos melhores da história do Real Madrid, e um dos melhores da história do futebol mundial.

A Copa do Mundo FIFA de 1954 teve como seleções finalistas a Hungria, que havia vencido o Uruguai (atual campeão do mundo) na semifinal e até então era invicta e, ao final do campeonato, marcara 27 gols em 5 jogos, média de 5,4 gols por partida, ainda não superada por nenhuma outra seleção; e a Alemanha Ocidental, que havia goleado a Áustria na semifinal e, ao final da Copa, marcara 25 gols em 5 jogos, média de 5 gols por partida. A final tomou lugar em 4 de julho de 1954, às 17h, no Estádio Wankdorf, com um público de aproximadamente 60 mil pessoas. A partida, cujo árbitro era o inglês William Ling, inciou-se com a Hungria marcando 2 gols e terminou com a virada histórica da Alemanha, atingindo o placar de 3 x 2. Era o primeiro título que a Alemanha conseguira e a Hungria não disputou mais finais de mundiais. (Fonte: wikipedia.org)

A Seleção Brasileira:

Esquecer a tragédia na final da Copa de 1950. Foi com esse pensamento que o Brasil embarcou para a Suíça. Do time vice-campeão, apenas seis jogadores continuaram na seleção: o goleiro Castilho, o zagueiro Nilton Santos, os meias Ely e Bauer, e os atacantes Baltazar e Rodrigues.

Até o uniforme foi mudado. A famosa camisa amarela fez a sua estreia em Copas, substituindo a branca, considerada um dos fatores de “azar” na derrota para o Uruguai, em 1950. O técnico também mudou. Flavio Costa deu lugar ao autoritário Zezé Moreira, que em 1952 dera ao Brasil o seu primeiro título oficial internacional – o Pan-Americano do Chile.

As novidades do novo treinador eram o esquema 4-3-3 (recuando o ponteiro Telê Santana para ajudar no meio-campo) e a marcação por zona. Como aconteceu em 1950, o primeiro adversário foi o México. E a seleção brasileira venceu com facilidade: 5 a 0. Pinga, duas vezes, Baltazar, Didi e Julinho marcaram os gols do Brasil.

O segundo jogo da seleção brasileira foi contra a Iugoslávia. O empate em 1 a 1 classificaria as duas equipes, mas o Brasil continuou pressionando, para desespero dos iugoslavos. No final do jogo, os brasileiros deixaram o campo chorando, pensando que haviam sido eliminados. O engano só foi desfeito quando todos estavam nos vestiários.

Nas quartas de final, a rival foi a poderosa Hungria. O craque Puskas, astro húngaro, machucado, não jogou. Mesmo assim, sua equipe não deu chances aos Brasil, abrindo 2 a 0 em apenas sete minutos de bola rolando, com gols de Hidegkuti e Kocsis.

Djalma Santos, de pênalti, deu uma pequena esperança à torcida ao descontar o marcador, ainda no primeiro tempo. Mas o gol de Lantos, aos 15min do segundo tempo, colocou a Hungria de novo próxima das semifinais. Cinco minutos depois, Julinho Botelho voltou a descontar a favor do Brasil, que pressionava em busca do empate.

A partir dos 25min, porém, a partida descambou para a violência. Nilton Santos e Bozsik se agrediram e foram expulsos pelo árbitro Arthur Ellis (que fora bandeirinha na final em 1950). Minutos depois, Humberto acertou uma voadora em Lorant e deixou o Brasil com nove em campo. Aproveitando a vantagem numérica, Kocsis fechou o placar para a Hungria, aos 43min.

Nem mesmo o final da partida acalmou os ânimos. Os jogadores dos dois times voltaram a se enfrentar na saída do campo. Maurinho deu um soco em Czibor. Já no túnel, Puskas abriu a testa de Pinheiro com uma garrafada. Nem os técnicos escaparam. Zezé Moreira acertou Guzstav Sebes com uma chuteira. Por tudo isso, o confronto ficou conhecido como “A Batalha de Berna”. Mais uma vergonha para os eliminados brasileiros antes da volta para casa. (Fonte: uol.com.br)


.:: Brasil, 5º Colocado ::.

Uma das formações do Brasil na Copa do Mundo de 1954, na Suiça;
Em pé: Djalma Santos, Brandãozinho, Nilton Santos, Pinheiro, Mario Américo (Massagista), Castilho e Bauer Agachados: Julinho Botelho, Didi, Baltazar, Pinga e Rodrigues;
Crédito: associacaoportuguesadesportos.blogspot.com.br
Elenco da Seleção Brasileira – Brazil National Team Squad
Atleta Alcunha Clube J G P
GO 01 Carlos José Castilho Castilho FC Fluminense/RJ 3 5 2
GO 21 Caetano da Silva Nascimento Veludo FC Fluminense/RJ 0 0 1
GO 22 Luís Morais Cabeção SC Corinthians/SP 0 0 1
DF 02 Djalma dos Santos Djalma Santos Portugues-Desp/SP 3 1 1
DF 03 Nilton Reis dos Santos Nilton Santos FR Botafogo/RJ 3 0 2
DF 04 Antenor Lucas Brandãozinho Portugues-Desp/SP 3 0 1
DF 05 João Carlos Batista Pinheiro Pinheiro FC Fluminense/RJ 3 0 1
DF 06 José Carlos Bauer Bauer FC São Paulo/SP 3 0 2
DF 12 Paulo de Almeida Ribeiro Paulinho de Almeida Vasco da Gama/RJ 0 0 1
DF 13 Alfredo Ramos Castilho Alfredo Ramos FC São Paulo/SP 0 0 1
DF 15 Mauro Ramos de Oliveira Mauro Ramos FC São Paulo/SP 0 0 1
MC 08 Waldyr Pereira Didi FC Fluminense/RJ 3 2 1
MC 14 Ely do Amparo Ely Vasco da Gama/RJ 0 0 2
MC 16 José Mendonça dos Santos Dequinha CR Flamengo/RJ 0 0 1
MC 20 Rubens Josué da Costa Rubens CR Flamengo/RJ 0 0 1
AT 07 Júlio Botelho Julinho Portugues-Desp/SP 3 2 1
AT 09 Oswaldo da Silva Baltazar SC Corinthians/SP 2 1 2
AT 10 José Lázaro Robles Pinga Vasco da Gama/RJ 2 2 1
AT 11 Francisco Rodrigues Rodrigues SE Palmeiras/SP 2 0 2
AT 17 Mauro Raphael Maurinho FC São Paulo/SP 1 0 1
AT 18 Humberto Barbosa Tozzi Humberto Tozzi SE Palmeiras/SP 1 0 1
AT 19 Aluísio Francisco da Luz Índio CR Flamengo/RJ 1 0 1
Coach: Alfredo Moreira Júnior Zezé Moreira Confederação Brasileira Desportos
# Capitão da Seleção Brasileira na Competição: José Carlos Bauer;
# O Brasil jogou com seu uniforme Canarinho pela primeira vez em copas.
# Remanescetes de 1950: Castilho, Nilton Santos, Ely, Bauer, Baltazar e Rodrigues.
# Link Externo (External Link): www.wikipedia.org/FIFA-World-Cup

.:: Campanha do Brasil ::.
Primeira Fase – Grupo 1 – 1ª Rodada
16 de Junho – Charmilles Stadium, em Genebra – 13.470 pag
Brasil – Brazil 5 x 0 Mexico
Baltazar, 23′
Did, 30′
Pinga, 34′
Pinga, 43′
Julinho Botelho, 69′
LINK 1
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Primeira Fase – Grupo 1 – 2ª Rodada
19 de Junho – Stade Olympique de la Pontaise, Lausanne – 24.673 pag
Brasil – Brazil 1 x 1 Iugoslávia – Yugoslavia
Didi, 69′ LINK 2 Branko Zebec, 48′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Tabela de Classificação do Grupo do Brasil
Selelçao (Treinador) Pts Jgs Vit Emp Der GP GC Sg
• Brasil (Zezé Moreira) 4 3 1 1 0 6 1 5
• Iugoslávia (Aleksandar Tirnanic) 3 2 1 1 0 2 1 1
• França (Pierre Pibarot) 2 2 1 0 1 3 3 3
• México (Antonio López/ESP) 0 2 0 0 2 2 8 -6
# O dois primeiros colocados classificavam-se para as Quartas de Final.
Quadrangular Final – 1ª Rodada
27 de Junho – Wankdorf Stadium, em Berna – 40.000 pag
Brasil – Brazil 2 x 4 Hingria – Hungary
Djalma Santos, 18′ (pen)
Julinho Botelho, 65′
LINK 3 Nandor Hidegkuti, 4′
Sandor Kocsis, 7′
Mihaly Lantos, 60′ (pen)
Sandor Kocsis, 88′
Para acessar as escalações clique no Link – To access the matches click on the Link
Campanha Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Saldo
Copa 3 1 1 1 8 5 3
# A seleção brasileira foi eliminada na segunda fase;

.:: Copas do Mundo – World Cups ::.
Clique nos nomes. Aguarde 5 segundos. Feche a propaganda. Acesse a página;
(Click in the names. Wait 5 seconds. Close the advertisement. Access the page)
1930 1934 1938 1950 1954
1958 1962 1966 1970 1974
1978 1982 1986 1990 1994
1998 2002 2006 2010 2014

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Gilson F.Nascimento on 25/06/2014 at 12:14

    Muito bom,excelente material.Muito útil em todos os sentidos.Parabens.

    Resposta

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: