18 de Março de 1956 – Brasil 2 x 2 Argentina

.:: II Campeonato Pan-Americano ::.
Em pé: Valdir, Oreco, Figueiró, Florindo, Odorico, Ênio Rodrigues e Biscardi (massagista).
Agachados: Luizinho, Bodinho, Larry, Ênio Andrade e Chinesinho;
Credot: reliquiasdofutebol.blogspot.com
Ficha Tecnica
Brasil 2 x 2 Argentina
II Campeonato Pan-Americano – México 1956
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): II Campeonato Pan-Americano – México 1956 – 5º Jogo
• Data (Date): Domingo, 18 de Março de 1956
• Estádio (Stadium): Olímpico Universitario, na Cidade do México
• Público (Attendance): Sem Registro (no Registry)
• Árbitro (Referee): Claudio Vicuña (Chile)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Fernando Buergo (México)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Ramiro Garcia (México)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (no Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhum (none) Nenhum (none)
Gols | Goals | Goles Gols | Goals | Goles
1-0 Chinesinho, aos 24’/1º 1-1 José Yudica, aos 36’/1º
2-1 Ênio Andrade, aos 13’/2º 2-2 Omar Sívori, aos 40’/2º
Brasil – Brazil Argentina
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Waldir de Moraes
Florindo Pinho
Luiz Figueiró (Duarte)
Odorico
Oreco
Ênio Rodrigues ©
Luizinho Gaúcho
Bodinho
Larry
Ênio Andrade
Chinesinho
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Rogelio Domínguez
Luis Raúl Cardoso
Juan Filgueiras
Nicolás Daponte
Juan Héctor Guidi
Natalio Sivo
Luis Pentrelli
Francisco Lojacono (Di Stefano)
Benito Cejas
Omar Sívori
José Yudica
Coach: Teté Coach: Guillermo Stábile
Df José Duarte Df Óscar di Stéfano
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 1 x 1 2 x 2
● Obs: Com esse resultado o Brasil sagrou-se Bi-Campeão da Competição.
● Campanha: 5 J, 4 V, 1 E, 0 D, 14 Gols Pró e 5 Gols Contra;
● Tabela do Torneio: www.rsssf.com/campeonato-pan-americano-1960
● Elenco do Brasil no pan-Americano: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

.:: Galeria de Imagens ::.
Chinesinho e Ênio Andrade (em destaque), com a taça de campeão Pan-Americano;
Credit: reliquiasdofutebol.blogspot.com
Ficha dos Atletas que Participaram da Partida
Nome do Atleta Alcunha Clube Jogos Gols
Waldir Joaquim de Moraes Waldir de Moraes GE Renner 2 2
Flávio Pinho Florindo SC Internacional 5 0
Luiz Gonzaga Figueiró Figueiró Grêmio FBPA 4 0
Odorico de Araújo Goulart Odorico SC Internacional 5 0
Waldemar Rodrigues Martins Oreco SC Internacional 5 0
Ênio Antônio Rodrigues da Silva Ênio Rodrigues Grêmio FBPA 4 0
Luiz José Marques Luizinho Gaúcho SC Internacional 5 1
Nílton Coelho da Costa Bodinho SC Internacional 5 3
Larry Pinto de Faria Larry SC Internacional 8 8
Ênio Vargas de Andrade Ênio Andrade GE Renner 5 1
Sidney Colonia Cunha Chinesinho SC Internacional 3 4
José Antônio Candiota da Silva Duarte Duarte Brasil de Pelotas 5 0
José Francisco Duarte Júnior Teté CBD 5 Jogos

Crônica do Jogo

O Jogo: Na última partida, bastava um empate para garantir a Medalha de Ouro para o Brasil, no entanto o adversário era nada mais nada menos que o maior rival, a Argentina. Como já era esperado, o jogo foi equilibrado tecnicamente, sendo alternados os períodos de domínio de ambos os times. Aos 24 minutos Bodinho atirou rasteiro e com grande violência. Larry que estava no caminho, apenas fez uma finta com o corpo e deixou a bola passar para Chinesinho que vinha completamente desmarcado que bateu a gol com força, indo a bola morrer no fundo do gol, inapelavelmente para o goleiro Domingues. Em desvantagem no marcador, os argentinos não perderam a calma e aos 36 minutos um lançamento do meia Sivo que aproveitou a distração da zaga brasileira que preocupada em conter os ataques pelo meio, deixou Yúdica livre na ponta esquerda, lançado o atacante bateu sem chances para Waldir, com o 1-1 no placar, as equipes foram para o intervalo. Veio o segundo tempo, aos 13 minutos, Ênio Andrade de ótima atuação, avançou com a bola dominada e de fora da área mandou forte para gol, sem a mínima chance para Domingues, novamente o Brasil estava na frente do placar. Faltando 5 minutos para o final, Sivori marcou um golaço e empatou novamente a partida, mas não havia mais tempo, o empate seria definitivo e deu a Medalha de Ouro para o Brasil. (Fonte: sumulastche.wordpress.com)


.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by Luciano Lancieri on 15/01/2018 at 4:17

    Ola gente! Meu nome é Luciano, e sou de Rosario, Argentina.

    É muito boa a página. Muito interesante!!

    Duas coisas: está faltando na página a final do Sul-Americano de 1937, onde Argentina ganhou do Brasil 2×0, em Buenos Aires. Esse jogo foi o desempate pelo título daquele ano, e Argentina venceu 2-0 com 2 gols de De la Mata.

    Outra coisa: em 1956 nao hove final entre Argentina e Brasil pelo Campeonato Panamericano. Esse torneio era de jogos de todos contra todos, e nao tinha uma final. Tampoco foi um jogo de desempate. Argentina tinha que vencer para ser campea e a o Brasil lhe bastaba com um empate, coisa que aconteceu. Se es por isso, temos muitas Copas Américas onde Argentina chegaba como primeiro á última rodada e jogaba contra Brasil, que procuraba ganhar sim ou sim para ser campeao, e Argentina venceu ou empatou e foi campea. Nao eram finais, só eram jogos pela últma rodada da copa onde um dos dois times necesitaba um ponto pra ser campeao.

    Obigado por ler. Abraços!

    Responder

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: