Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1962

.:: 7ª Copa do Mundo, Chile 1962 ::.

A Copa do Mundo FIFA de 1962 foi a sétima edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol, que ocorreu de 30 de maio até 17 de junho. O evento foi sediado no Chile, tendo partidas realizadas nas cidades de Arica, Rancagua, Viña del Mar e Santiago. Dezesseis seleções nacionais foram qualificadas para participar desta edição do campeonato, sendo 10 delas europeias (União Soviética, Iugoslávia, Alemanha Ocidental, Itália, Suíça, Tchecoslováquia, Espanha, Hungria, Inglaterra e Bulgária) e 6 americanas (Chile, Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia e México).

As seleções da Bulgária e da Colômbia faziam sua primeira participação na competição. A edição teve duas grandes goleadas: Iugoslávia 5 x 0 Colômbia e Hungria 6 x 1 Bulgária, além do empate com o maior número de gols em Copas: União Soviética 4 x 4 Colômbia. A copa contou com grandes jogadores, como Djalma Santos, Vavá, Amarildo e Garrincha do Brasil, Viliam Schrojf e Josef Masopust da Tchecoslováquia e Karl-Heinz Schnellinger e Uwe Seeler da Alemanha Ocidental.

A grande campeã desta copa foi a Seleção Brasileira de Futebol que, como campeã da Copa anterior de 1958, não havia participado das eliminatórias pois já tinha vaga garantida. A seleção contou com muitos jogadores da Copa da Suécia, como Gilmar, Djalma Santos, Nílton Santos, Didi, Zagallo, Vavá, Pepe, Zito, Garrincha e Pelé. Na primeira partida do Brasil, o jogador Pelé, que neste ano viria a ser campeão mundial pelo Santos FC, marcou seu primeiro gol, mas se contundiu, não podendo continuar no campeonato; a partir deste ocorrido, muitos dizem que esta foi a “Copa de Garrincha”, considerado pela maioria como o melhor jogador da Copa e o principal responsável pela conquista brasileira.

A final da Copa do Mundo FIFA de 1962 foi disputada pela Tchecoslováquia, que havia eliminado a Iugoslávia e a Hungria; e o Brasil, que havia eliminado o Chile e a Inglaterra. A partida foi realizada em 17 de junho às 14h30min, Estádio Nacional de Chile, com um público estimado em 68 679 pessoas. Sob o apito do árbitro soviético Nikolay Latyshev, Josef Masopust abriu o placar aos 15 minutos, porém, 2 minutos depois, Amarildo empata o jogo, que termina o primeiro tempo no 1 a 1. Aos 24 minutos do segundo tempo, Zito vira o jogo para a equipe brasileira e Vavá, 9 minutos depois, amplia a diferença, fechando o placar em 3 x 1. O capitão Mauro Ramos de Oliveira ergueu a taça Jules Rimet e o segundo título do Brasil com Copas do Mundo. (Fonte: wikipedia.org)

A Seleção Brasileira:

Com a contusão de Pelé no segundo jogo da primeira fase, o Brasil dependeu de outro craque para levantar pela segunda vez o troféu de campeão mundial: Mané Garrincha. Com dribles desconcertantes, irreverência, cruzamentos precisos e chutes poderosos, o “gênio das pernas tortas” encantou os chilenos e foi considerado o melhor jogador do torneio.

Apesar de contar com uma verdadeira legião de craques, a seleção brasileira não fugiu à regra da primeira fase da Copa: o equilíbrio – nenhuma equipe conseguiu obter 100% de aproveitamento. Ainda com Pelé em campo, o Brasil estreou com uma vitória magra (2 a 0) sobre a modesta equipe do México.

Em seguida, empatou sem gols com a Tchecoslováquia no jogo em que perdeu seu principal jogador – aos 28min do primeiro tempo, Pelé arriscou um chute de fora da área, deu um grito e foi ao chão. Um estiramento o tirou do resto da competição. O trono estava vago.

A terceira partida foi uma das mais nervosas e difíceis para os campeões. Precisando ao menos de um empate para seguir na Copa, a seleção brasileira saiu atrás da Espanha e só alcançou a virada graças a duas “mãozinhas” do árbitro chileno Sergio Bustamante.

Primeiro, ele não marcou pênalti claro de Nílton Santos em Collar – esperto, o lateral deu um passo para fora da área após cometer a falta e enganou o juiz. Na sequência do lance, Peiró acertou uma bela bicicleta. Mas Bustamante anulou o que seria o segundo gol espanhol marcando jogo perigoso.

Depois de muito tentar, o Brasil chegou ao empate aos 27min. Zagallo fez jogada de linha de fundo e cruzou para Amarildo completar. O resultado eliminava a Espanha, que se mandou para o ataque. Aproveitando os espaços que surgiram, Garrincha finalmente começou a brilhar. Ele passou por três marcadores e cruzou para Amarildo decretar a vitória por 2 a 1.

O show de Garrincha continuou nas quartas de final, diante dos ingleses. Ele fez dois gols – o primeiro deles de cabeça, algo raro na carreira do ponta – e iniciou a jogada do outro, marcado por Vavá. A dupla funcionou de novo diante do anfitrião Chile na semifinal – dois de Garrincha, dois de Vavá e goleada por 4 a 2.

Quando o lugar na final já estava assegurado, Garrincha perdeu a cabeça. Deu um chute no lateral Eladio Rojas, que estava caído, e foi expulso. Teoricamente, ele teria que cumprir suspensão automática e estaria fora da final. Mas o árbitro peruano Arturo Yamazaki não relatou o episódio na súmula, o bandeira uruguaio Esteban Marino “sumiu”, e Garrincha foi absolvido por falta de provas.

Com o Mané no time, o Brasil enfrentou a Tchecoslováquia, única equipe que não havia vencido na Copa, na decisão. Masopust inaugurou o placar para os tchecos aos 15min do primeiro tempo. Os brasileiros empataram dois minutos depois, com Amarildo. No segundo tempo, Zito e Vavá viraram o jogo e transformaram o país no terceiro bicampeão mundial de futebol da história. (Fonte: uol.com.br)


.:: Brasil, Bicampeão Mundial ! ::.
Delegação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1962.
Crédito: www.placar.abril.com.br
Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo
Nome Completo Alcunha Clube J G P
01 GO Gylmar dos Santos Neves Gilmar FC Santos (SP) 6 5 2
02 LD Dejalma dos Santos Djalma Santos SE Palmeiras (SP) 6 0 3
03 ZC Mauro Ramos de Oliveira Mauro Ramos FC Santos (SP) 6 0 3
04 MV José Ely de Miranda Zito FC Santos (SP) 6 1 2
05 QZ Zózimo Alves Calazans Zózimo AC Bangu (RJ) 6 0 2
06 LE Nílton Reis dos Santos Nílton Santos FR Botafogo (RJ) 6 0 4
07 PD Manuel Francisco dos Santos Garrincha FR Botafogo (RJ) 6 4 2
08 MA Waldyr Pereira Didi FR Botafogo (RJ) 6 0 3
09 AT Antônio Wilson Vieira Honório Coutinho FC Santos (SP) 0 0 1
10 PL Édson Arantes do Nascimento Pelé FC Santos (SP) 2 1 2
11 PE José Macia Pepe FC Santos (SP) 0 0 2
12 LD Jair Marinho de Oliveira Jair Marinho FC Fluminense (RJ) 0 0 1
13 ZC Hilderaldo Luiz Bellini Bellini FC São Paulo (SP) 0 0 2
14 QZ Jurandyr de Freitas Jurandyr FC São Paulo (SP) 0 0 1
15 LE Altair Gomes de Figueiredo Altair FC Fluminense (RJ) 0 0 1
16 MV José Ferreira Franco Zequinha SE Palmeiras (SP) 0 0 1
17 MA Mengálvio Pedro Figueiró Mengálvio FC Santos (SP) 0 0 1
18 PD Jair da Costa Jair da Costa Port. Desportos (SP) 0 0 1
19 CA Edvaldo Izídio Neto Vavá SE Palmeiras (SP) 6 4 2
20 CA Amarildo Tavares da Silveira Amarildo FR Botafogo (RJ) 4 3 1
21 PE Mário Jorge Lobo Zagallo Zagallo FR Botafogo (RJ) 6 1 2
22 GO Carlos José Castilho Castilho FC Fluminense (RJ) 0 0 4
Técnico: Aymoré Moreira Aymoré Moreira Confederação Brasileira Desportos
# Capitão da Seleção Brasileira: Mauro Ramos de Oliveira.
# Bicampeões: Gylmar, Djalma Santos, Mauro Ramos, Zito, Zózimo, Nilton Santos, Garrincha, Didi, Pelé, Pepe, Bellini, Vavá, Zagallo e Castilho;
# Link Externo (External Link): www.wikipedia.org/FIFA-World-Cup

.:: Delegação Brasileira ::.

Delegação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo
Chefe Secretário Tesoureiro
Paulo Machado Carvalho Adolfo Marques Ronald Vaz Moreira
Delegado Superintendente Supervisor
Luiz Murgel
Abílio de Almeida
Paulo Costa
Antônio do Passo
Mozart Giorgio Carlos Nascimento
Médico Dentista Observador
Hilton Gosling Mário Trigo Ernesto Santos
Administrador Técnico Preparador Físico
José de Almeida Aymoré Moreira Paulo Amaral
Massagista Roupeiro Cozinheiro
Mário Américo Francisco Assis Artistides Pereira
Cafeteiro Árbitro da FIFA Jornalista
Amaro Veloso dos Santos João Etzel Filho Ricardo Serran
# Fonte de Pesquisa: www.wikipedia.org/Brasil-na-Copa-do-Mundo-de-1962
# Fonte de Pesquisa: www.cacellain.com.br/brasil-bicampeão-mundial

.:: Campanha do Brasil ::.

Primeira Fase – Grupo 3 – Primeira Rodada
30 de Maio de 1962, 15:00 – Estadio Sausalito, em Viña del Mar – 10.484 pag
Brasil – Brazil 2 x 0 México
Zagallo, aos 10′/2º
Pelé, aos 27′/2º
Jogo 1
Primeira Fase – Grupo 4 – Segunda Rodada
2 de Junho de 1962, 15:00 – Estadio Sausalito, em Viña del Mar – 14.903 pag
Brasil – Brazil 0 x 0 Tchecoslováquia – Czecholosvakia
Jogo 2
Primeira Fase – Grupo 4 – Terceira Rodada
6 de Junho de 1962, 15:00 – Estadio Sausalito, em Viña del Mar – 18.715 pag
Brasil – Brazil 2 x 1 Espanha – Spain
Amarildo, aos 26′/2º
Amarildo, aos 40′/2º
Jogo 2 Adelardo, aos 34′/1º
# Para acessar as escalações das equipes, por favor, clique na palavra Jogo.
Quartas de Final
10 de Junho de 1962, 14:30 – Estadio Sausalito, em Viña del Mar – 17.736 pag
Brasil – Brazil 3 x 1 Inglaterra – England
Garrincha, aos 30′/1º
Vavá, aos 7′/2º
Garrincha, aos 14′/2º
Jogo 4 Gerry Hitchens, aos 37′/1º
Semi-Final
13 de Junho de 1962, 14:30 – Estadio Nacional, em Santiago – 76.594 pag
Chile 2 x 4 Brasil – Brazil
Jorge Toro, aos 41′/1º
Leonel Sánchez (pen), aos 15′/2º
Jogo 5 Garrincha, aos 8′/1º
Garrincha, aos 31′/1′
Vavá, aos 2′/2º
Vavá, aos 32′/2º
Final
17 de Junho de 1962, 14:30 – Estadio Nacional, em Santiago – 68.679 pag
Brasil – Brazil 3 x 1 Tchecoslováquia – Czecholosvakia
Amarildo, aos 16′/1º
Zito, aos 23′/2º
Vavá, aos 32′/2º
Jogo 6 Josef Masopust, aos 14′/1º
# Para acessar as escalações das equipes, por favor, clique na palavra JOGO.
.:: Os Campeões – The Champions ::.

.:: Galeria de Imagens ::.
Uma das Formações da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1962
Em pé: Djalma Santos, Zito, Gilmar, Zózimo, Nilton Santos e Mauro Ramos;
Agachados: Mário Américo (massagista), Garrincha, Didi, Vavá, Amarildo e Zagallo
Crédito: www.bairrodooriente.blogspot.com.br

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

9 responses to this post.

  1. Posted by lays freitas on 10/06/2014 at 2:09

    pessoal cria um link com a tabela com saldo de gols da Tchecoslováquia vs Brasil por favor!!

    Responder

  2. Muito bom.

    Responder

  3. Posted by FRANCISCO on 07/07/2015 at 17:42

    OS NOSSOS CRAQUES JOGAVAM COM O CORAÇAO, NAO COM OS DOLARES, POR ISSO TEM O NOSSO RESPEITO. DIGNOS REPRESENTANTES DO NOSSO FUTEBOL.

    Responder

  4. Posted by Altamir Jose Machado on 29/09/2015 at 9:19

    Jair Marinho em 1962 era jogador do Fluminense e não da Portuguesa.

    Responder

  5. Posted by Claudio Oliveira on 09/03/2016 at 14:53

    Nome verdadeiro de Djalma Santos está equivocado, por favor DEJALMA dos SANTOS, assim mesmo. O tal Djalma Pereira Dias dos Santos citado refere-se a outro jogador.

    Responder

  6. Posted by José Renato Fernandes Gondim on 22/04/2016 at 12:08

    Muito bom ver essa história do nosso futebol. Tenho uma coleção de CAIXINHAS DE FÓSFOROS ERONTEX, com a Seleção da Copa do Mundo do ano de 1962, e gostaria de saber se alguém tem interesse de comprar essa coleção? Não sei quanto custa?

    Responder

  7. Posted by dalcídio gomes on 11/05/2016 at 19:45

    o distintivo não tinha o contorno amarelo , era branco, assim como o de 66

    Responder

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: