Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2002


.:: Copa do Mundo – Coréia/Japão – 2002 ::.

A Copa do Mundo FIFA de 2002 foi a 17ª edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol que reuniu 32 equipes entre os dias 31 de Maio e 30 de Junho. O Brasil conquistou pela quinta vez o título mundial, depois de derrotar a Alemanha na final.

Foi a primeira vez que dois países sediaram unidos a competição, a primeira vez que três seleções – França, Japão e Coreia do Sul – estavam classificadas automaticamente e a primeira vez que uma edição da Copa não aconteceu na Europa ou nas Américas. Foi um avanço do continente Asiático.

Foi a última edição do torneio, onde o campeão anterior do torneio garantia vaga direta na fase final da competição. A França, campeã da edição de 1998, foi a última privilegiada por este sistema. A partir do final deste Mundial, a seleção campeã teria que garantir vaga na próxima competição, jogando as Eliminatórias. A partir daí, somente o país-sede do próximo Mundial é que teria vaga direta na fase final, sem a necessidade de disputar as Eliminatórias.

Foi a Copa das grandes surpresas e decepções. Do lado das surpresas contaram-se o Senegal (1 X 0 contra a França, 1 X 1 com a Dinamarca, 3 X 3 com o Uruguai, sendo eliminado só nas quartas-de-final pela Turquia, outra surpresa). Os turcos venderam caro a derrota para o Brasil, ficaram em 2º no grupo e perderam de novo para o Brasil, nas semifinais, por um 1 X 0. A Turquia pode queixar-se de um calendário de jogos mal feito, em parte devido ao fato do campeonato se disputar em dois países, dado que as equipes que se enfrentam na fase de grupos não devem voltar a jogar uma contra a outra, exceto na final. Na disputa do 3º lugar, a Turquia ganhou por 3 X 2 da Coreia do Sul, outra grande surpresa, apesar de claramente ter sido beneficiada de um modo escandaloso pela arbitragem, principalmente no jogo contra os italianos. A Coreia ganhou da Polônia, Portugal, Itália, eliminou a Espanha e ficou em 4º lugar no Mundial.

Do lado das decepções estão a França, Argentina, Itália e Portugal. A França, favorita ao título, foi eliminada logo na 1ª fase, com 1 empate, 2 derrotas e nenhum gol marcado.

A Argentina caiu no chamado “Grupo da Morte”. Após ter vencido a Nigéria por 1 X 0, perdeu para a Inglaterra por 1 X 0 e sucumbiu diante da Suécia num empate em 1 X 1. A Itália se classificou no seu grupo no saldo de gols, mas foi eliminada nas oitavas-de-final pela Coreia do Sul. Curiosamente em 1966, a Itália foi eliminada pela Coreia do Norte. Portugal perdeu surpreendentemente para os Estados Unidos por 3 X 2, pareceu recompor-se com uma vitória sobre a Polônia, mas perdeu por 1 X 0 para a Coreia do Sul.

Brasil e Alemanha, os dois gigantes das Copas, chegaram a 2002 desacreditados por todos. No entanto, jogaram a final entre si. A Alemanha ganhou da Arábia Saudita por 8 X 0, Camarões 2 X 0, empatou 1 X 1 com a Irlanda, e depois venceu seus outros jogos todos por 1 X 0 até à final. O destaque alemão foi o goleiro Oliver Kahn, que só levou 3 gols durante o torneio.

O Brasil fez a seguinte campanha: 2 X 1 com a Turquia, 4 X 0 com a China, 5 X 2 com a Costa Rica, 2 X 0 frente à Bélgica, 2 X 1 sobre a Inglaterra, e 1 X 0 frente à Turquia. Na final, o Brasil ganhou por 2 X 0 da Alemanha. O Brasil chegou ao pentacampeonato, inédito, e igualou a Alemanha em número de finais consecutivas, três.

Na final o Brasil entrou em campo com a seguinte equipe: Marcos; Lúcio, Roque Júnior e Edmílson; Roberto Carlos, Gilberto Silva, Kléberson, Cafu (Capitão) e Ronaldinho Gaúcho; Rivaldo e Ronaldo.

Ronaldo foi o grande nome da Copa, pois todos duvidavam de sua capacidade física de disputar o mundial, devido a 2 anos de inatividade por causa de suas cirurgias no joelho. Os 4 R’s brilharam: Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Roberto Carlos. O técnico do Brasil foi Luiz Felipe Scolari. (Fonte: wikipedia.org)

A Família Scolari

No dia 23 de julho de 2001, a seleção brasileira era eliminada da Copa América com uma vergonhosa derrota por 2 a 0 para Honduras. Quem em sã consciência apostaria que, menos de um ano depois, o Brasil seria campeão mundial pela quinta vez?

Sim, havia uma pessoa. Seu nome: Luiz Felipe Scolari. Apesar dos seguidos maus resultados da equipe, que estava ameaçada de ficar de fora do Mundial pela primeira vez em sua história, o treinador mostrava confiança e garantia a classificação. Suada, a vaga só veio na última rodada, graças a uma vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela, com dois gols de Luizão.

Passado o pesadelo das eliminatórias, Scolari começou a reconstruir a equipe. Sem grandes esperanças de ver o Brasil conquistar o título, a torcida o pressionava pela convocação de Romário. Firme, o técnico não cedeu. Em vez de chamar o Baixinho, apostou na recuperação de Ronaldo e Rivaldo, que vinham de graves contusões, manteve suas convicções até o fim e foi recompensado.

A sorte começou a sorrir para a seleção brasileira já no sorteio das chaves – o país caiu no grupo C, ao lado das modestas Turquia, Costa Rica e China. Com isso, Scolari ganhou tempo e tranquilidade para preparar a equipe e dar ritmo de jogo aos seus principais craques.

A estreia diante dos turcos, porém, foi um sufoco superado apenas graças a uma ajuda do árbitro sul-coreano Young Joo Kim. Os europeus saíram na frente, mas Rivaldo lançou Ronaldo, que empatou de carrinho. Quando o 1 a 1 parecia assegurado, Luizão cavou um pênalti (havia sido derrubado de forma duvidosa fora da área), que Rivaldo converteu.

Nas duas outras partidas da primeira fase, duas fáceis goleadas sobre China (4 a 0, com um gol de cada “R” – Roberto Carlos, Ronaldo, Ronaldinho e Rivaldo) e Costa Rica (5 a 2, mais um de Rivaldo e outros dois de Ronaldo).

No dia 17, a Copa finalmente começava para o Brasil. O adversário do primeiro “mata-mata” era a Bélgica, segunda colocada do grupo H. O duelo estava empatado em 0 a 0 quando Wilmots subiu de cabeça e marcou para os belgas. O árbitro jamaicano Peter Prendergast anulou equivocadamente, marcando falta do atacante sobre Roque Júnior. Passado o susto, Rivaldo fez um golaço e Ronaldo, completando contra-ataque, fechou a complicada vitória por 2 a 0.

Apagado no torneio até então, Ronaldinho Gaúcho foi o destaque da vitória sobre a Inglaterra – justamente na única partida em que Ronaldo passou em branco. Os ingleses aproveitaram uma falha de Lúcio e abriram o placar no ínicio do jogo. Já nos acréscimos do primeiro tempo, Ronaldinho fez grande jogada individual e serviu Rivaldo, que bateu de primeira e empatou.

Na segunda etapa, ele cobrou uma falta da intermediária direto para o gol, surpreendendo e encobrindo o experiente goleiro Seaman. Minutos depois, Ronaldinho recebeu o cartão vermelho por uma entrada violenta e quase estragou sua grande atuação. Mas mesmo com um jogador a menos, o Brasil soube segurar o resultado.

A Turquia voltou a cruzar o caminho brasileiro na semifinal. Mordida pelo erro do juiz no primeiro encontro, a seleção turca queria vingança, e mais uma vez deu trabalho aos comandados de Scolari. O gol de bico de Ronaldo foi o suficiente para colocar o Brasil na decisão.

A final foi um encontro inédito de dois gigantes: Brasil x Alemanha. O jogo nervoso durou até os 22min do segundo tempo, quando Ronaldo roubou a bola e serviu Rivaldo. Kahn não segurou o chute do meia, e a bola sobrou limpa para o Fenômeno fazer 1 a 0. Pouco depois, Rivaldo fez um belo corta-luz para Ronaldo marcar o segundo e definir a conquista do pentacampeonato. Coube ao capitão Cafu, único jogador a disputar três finais consecutivas em Copas, a honra de levantar a taça. (Fonte: uol.com.br)


.:: Brasil, Pentacampeão! ::.

Elenco da Seleção Brasileira Pentacampeão Mundial de Futebol.
Em pé: Lúcio, Edmilson, Roque Júnior, Gilberto Silva, Marcos, Kaká, Vampeta, Ânderson Polga, Dida, Rogério Ceni e Belletti; Agachados: Ronaldinho, Ronaldo, Roberto Carlos, Kléberson, Rivaldo, Cafu, Júnior, Ricardinho, Luizão, Edilson, Denilson e Juninho Paulista.
Crédito: www.lancenet.com.br/arquivo
Elenco da Seleção Brasileira
Atleta Alcunha Clube J G P
01 GO Marcos Roberto Silveira Reis Marcos SE Palmeiras 7 4 1
02 LD Marcos Evangelista de Moraes Cafu AS Roma 7 0 3
03 ZA Lucimar Ferreira da Silva Lúcio Bayer Leverkusen 7 0 1
04 ZA José Vítor Roque Júnior Roque Júnior AC Milan 6 0 1
05 ZA José Edmilson Gomes Moraes Edmilson Olympique Lyon 6 1 1
06 LE Roberto Carlos da Silva Rocha Roberto Carlos Real Madrid CF 6 1 2
07 MV Ricardo Luis Pozzi Rodrigues Ricardinho SC Corinthians 3 0 1
08 MV Gilberto Aparecido da Silva Gilberto Silva Atlético Mineiro 7 0 1
09 AT Ronaldo Luís Nazário de Lima Ronaldo FC Inter de Milão 7 8 3
10 AT Rivaldo Vítor Borba Ferreira Rivaldo FC Barcelona 7 5 2
11 MA Ronaldo de Assis Moreira Ronaldinho Paris st. Germain 5 2 1
12 GO Nélson de Jesus Silva Dida AC Milan 0 0 2
13 LD Juliano Haus Belletti Belletti São Paulo FC 1 0 1
14 ZA Ânderson Corrêa Polga Ânderson Polga Grêmio FBPA 2 0 1
15 MV José Kléberson Pereira Kléberson Atlético Paranaense 5 0 1
16 LE Jenílson Ângelo de Souza Júnior Parma FC 1 1 1
17 AT Denilson de Oliveira Araújo Denilson Real Betis 5 0 2
18 MV Marcos André Batista dos Santos Vampeta SC Corinthians 1 0 1
19 MA Osvaldo Giroldo Júnior” Juninho Paulista CR Flamengo 5 0 1
20 AT Edilson da Silva Ferreira Edilson Cruzeiro EC 4 0 1
21 AT Luiz Carlos Bombonato Goulart Luizão Grêmio FBPA 2 0 1
22 GO Rogério Mücke Ceni Rogério Ceni São Paulo FC 0 0 1
23 MA Ricardo Izecson dos Santos Leite Kaká São Paulo FC 1 0 1
Coach: Luiz Felipe Scolari Felipão Confederação Brasileira de Futebol
# Capitão: Narcos Evagelista de Moraes, Cafu.
# Ronaldo Nazário de Lima foi o artilheiro da copa com 8 gols marcados.
# Cafu tornou-se o primeiro atleta a disputar 3 finais de copa seguidas.
# Referências: www.wikipedia.org/2002-FIFA-World-Cup/squads/Brazil

.:: Campanha ::.

Segunda-Feira, 3 de Junho de 2002, às 7:00 hs – Grupo C – 1ª Rodada
Munsu World Cup Stadium, em Ulsan, Coréia do Sul – 33.842 pagantes
Brasil 2 x 1 Turquia
Ronaldo, 49′
Rivaldo (pen), 871
Jogo 1
Ficha
Hasan Şaş, 45’+2

Sábado, 8 de Junho de 2002, às 7:30 hs – Grupo C – 2ª Rodada
Jeju World Cup Stadium, em Jeju, Coréia do Sul – 36.750 pagantes
Brasil 4 x 0 China
Roberto Carlos (Falta), 15′
Rivaldo, 32′
Ronaldinho, 45′ (pen)
Ronaldo, 55′
Jogo 2
Ficha

Quinta-Feira, 13 de Junho de 2002, às 4:30 hs – Grupo C – 3ª Rodada
Suwon World Cup Stadium, em Suwon, Coréia do Sul – 38.524 pagantes
Costa Rica 2 x 5 Brasil
Paulo Wanchope, 39′
Rónald Gómez, 56′
Jogo 3
Ficha
Ronaldo, 10′
Ronaldo, 13′
Edmílson, 38′
Rivaldo, 62′
Júnior, 64′

Segunda-Feira, 17 de Junho de 2002, às 7:30 hs – Oitavas de Final
Kobe Wing Stadium, em Kobe, Japão – 40.440 pagantes
Brasil 2 x 0 Bélgica
Rivaldo, 67′
Ronaldo, 87′
Jogo 4
Ficha

Sexta-Feira, 21 de Junho de 2002, às 4:30 hs – Quartas de Final
Shizuoka “Ecopa” Stadium, em Shizuoka, Japão – 47.436 pagantes
Inglaterra 1 x 2 Brasil
Michael Owen, 22′ Jogo 5
Ficha
Rivaldo, 45+2′
Ronaldinho, 50′ (Falta)

Quarta-Feira, 26 de Junho de 2002, às 7:30 hs – Semifinal
Saitama Stadium 2002, em Saitama, Japão – 61.058 pagantes
Brasil 1 x 0 Turquia
Ronaldo, 49′ Jogo 6
Ficha

Domingo, 30 de Junho de 2002, às 7:00 hs – Final
International Stadium, em Yokohama, Japão – 69.029 pagantes
Alemanha 0 x 2 Brasil
Jogo 7
Ficha
Ronaldo, 67′
Ronaldo, 79′

.:: Os Campeões – The Champions ::.
1 Marcos 2 Cafu 3 Lúcio 4 Roque Jr 5 Edmilson
6 Roberto Carlos 7 Ricardinho 8 Gilberto Silva 9 Ronaldo 10 Rivaldo
11 Ronaldinho 12 Dida 13 Belletti 14 Polga 15 Kléberson
16 Júnior 17 Denilson 18 Vampeta 19 Juninho 20 Edilson
21 Luizão 22 Rogério Ceni 23 Kaká Felipão Uniforme

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

8 responses to this post.

  1. Posted by CLAUDIO on 07/04/2016 at 19:04

    SAUDADES …

    Resposta

    • Posted by Paulo Henrique Alves Nunes on 14/03/2017 at 12:32

      Seleção Brasileira de Futebol 1994,1998,2002 fez comigo casamento arrumar filhos e filhas era para ter acontecido sorte que deu tempo de eu acordar LUCILENE em um bailinho há 12 anos atrás PEREIRA BARRETO-SP esta na época da política por causa de MULHER 08 anos vocês vão me achar Professor Paulo Henrique Alves Nunes RG:30.800.810-8SSP/SP em PEREIRA BARRETO-SP.

      Resposta

  2. Posted by anderson on 15/04/2016 at 16:24

    essa era a verdadeira seleção brasileira não essa porcaria que é hoje

    Resposta

  3. Posted by eric on 21/06/2016 at 2:37

    Hoje so cinto vergonha,dessa porcaria de seleçao brasileira,saudade da copa de 94 aê sim os cara jogavam nao esses perna podres de agora seus filhos de uma prostituta,

    Resposta

  4. Posted by daniel on 11/08/2016 at 20:07

    sensacional

    Resposta

  5. Posted by CAMILO JUNIOR on 17/10/2016 at 20:00

    EU GOSTO DE UMA BOLINHA.
    VAMOS VAMOS FALAR SÉRIO.
    ENQUANTO ESSES CARAS GANHAM RIO DE DINHEIRO SEM FAZER NADA.
    UM PEDREIRO GANHA UMA MERDA PARA CONSTRUIR ESSES PALACETES
    PARA ESSES INFAMES MORAREM.
    DINHEIRO MUITO MAL DISTRIBUÍDO.

    Resposta

  6. Só fazer uma correção… o Juninho em 2002 era jogador do Flamengo.
    Sei que a galera não gosta de admitir, mas um jogador rubro-negro está em todos os títulos.
    Ele jogou antes e depois da Copa no Flamengo, embora o contrato dele fosse até o meio do ano. Chegou a disputar a Copa dos Campeões de 2002 pelo Fla após a Copa do Mundo.
    Por amor à verdade, é importante constar a informação correta.
    Abraço!

    Resposta

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: