Elenco da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2006


.:: 18ª Copa do Mundo, Alemanha 2006 ::.

A Copa do Mundo FIFA de 2006 realizou-se na Alemanha. Foi a décima oitava edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol, vencida pela Itália. Pela segunda vez a Alemanha foi o país-sede (a primeira vez foi no ano de 1974-Alemanha Ocidental), e o único pré-classificado. Pela primeira vez na história do campeonato, o campeão do torneio anterior (no caso, o Brasil) precisou disputar as eliminatórias para poder defender o direito de participar no torneio. Trinta e dois países participaram na Copa de 2006, cuja final foi no dia 9 de Julho.2

A decisão de confiar à Alemanha a organização do torneio foi controversa, já que se esperava que o campeonato ocorresse na África do Sul. Os outros países candidatos à organização eram Inglaterra, Marrocos e Brasil. Desde que a escolha foi feita, o órgão que controla mundialmente o esporte, a FIFA, afirmou publicamente sua intenção de rotacionar o país-sede entre suas confederações integrantes. A sede para a Copa seguinte foi escolhida logo em seguida: à África do Sul atribuiram-se os jogos da Copa do Mundo de 2010.4 Como preparação para a competição, a FIFA organizou a Copa das Confederações 2005 na Alemanha, torneio ganho pelo Brasil. A Copa do Mundo de 2014 será realizada na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediar esta Copa.

De acordo com os resultados obtidos nas eliminatórias, os 32 países classificados foram: Alemanha (previamente classificada como país sede), Argentina, Brasil, Paraguai, Equador, México, Estados Unidos da América, Trinidad e Tobago, Costa Rica, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Itália, Suíça, Suécia, República Tcheca, Ucrânia, Sérvia e Montenegro, Países Baixos, Croácia, Polônia, Togo, Gana, Angola, Costa do Marfim, Tunísia, Japão, Arábia Saudita, Irã, Coreia do Sul e Austrália.

Pela primeira vez na história da Copa do Mundo, três países lusófonos estiveram presentes (Portugal, Angola e Brasil). E foi a primeira vez, também, que a Concacaf teve quatro representantes (EUA, México, Costa Rica e Trinidad e Tobago), o mesmo número de América do Sul e Ásia. (wikipedia.org)

Muito Oba-Oba, pouco Futebol

Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Ronaldo e Adriano. O Brasil chegou à Copa do Mundo com os holofotes no ‘quadrado mágico’. As esperanças ofensivas da seleção na Alemanha ruíram após uma preparação contestada. E quem brilhou mesmo foram os zagueiros. O time sofreu apenas dois gols em cinco jogos, a segunda melhor marca do país na história da competição. Entretanto, o desempenho defensivo não foi capaz de evitar uma campanha decepcionante na Copa do Mundo de 2006.

Eliminado nas quartas de final, após derrota para a França por 1 a 0 e um verdadeiro show de Zinedine Zidane, que se consolidou como um dos maiores carrascos do futebol brasileiro, a seleção de Carlos Alberto Parreira colecionou críticas. Desde a preparação festiva em Weggis, pequena cidade da Suíça, até a estratégia tática adotada pelo treinador para a competição.

Mais do que a derrota para os franceses, a baixa produtividade do time durante toda a Copa do Mundo frustrou a todos. Com nomes consagrados – além do famoso e falado ‘quadrado mágico’ – a seleção teve dificuldades na estreia contra a Croácia, em que venceu por 1 a 0. O desempenho no confronto seguinte também deixou a desejar, com pouca criatividade e muitos sustos e sofrimento para vencer a Austrália por 2 a 0.

Somente no último jogo da primeira fase, contra o Japão, a equipe de Parreira mostrou bom futebol. Em um jogo em que o Brasil entrou com cinco mudanças, o ‘mistão’ brasileiro ensaiou o show que o time tido como titular nem esboçou nas partidas anteriores, apesar de deixar alguns espaços na defesa.

Nas oitavas de final, o Brasil venceu Gana por 3 a 0. Contra os africanos, Parreira retomou a escalação pragmática dos dois primeiros jogos e o ‘show de resultados’ deu certo, apesar de alguns sustos e de um gol impedido. Além da vitória, a seleção estabeleceu marcas históricas: chegou a 201 gols em Copas; Ronaldo se isolou como maior artilheiro da história; Cafu fez o 19º jogo em Mundiais, recorde brasileiro.

O jogo seguinte, entretanto, marcou a despedida melancólica do Brasil e desencadeou uma tempestade de críticas à preparação dos jogadores. A primeira etapa de treinos acabou se transformando em uma grande ‘festa’, com direito a invasão de torcedores ao campo de treinamento, relatos de abusos na noite e exageros por parte de alguns atletas. Parreira foi alvo de contestações por ter sido permissivo com as estrelas brasileiras e por demorar a mexer na equipe durante os jogos e, principalmente, na derrota para a França.

Como ponto positivo, o Brasil deixou a Copa do Mundo com uma média de apenas 0,40 gols sofridos por partida. No Mundial de 1986, a melhor da seleção nesse quesito, a média foi de 0,20 por jogo. Em 1994, nos Estados Unidos, quando o time também dirigido por Carlos Alberto Parreira conquistou o tetracampeonato em um jogo caracterizado pelo sistema defensivo, a equipe levou três gols em sete partidas, o que dá uma média de 0,43 gol por jogo. (Fonte: uol.com.br)


.:: Brasil – Brazil ::.
Uma das Formações da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2006
Em pé: Dida, Lucio, Juan Silveira, Emerson Rosa, Adriano Imperador e Cafu;
Agachados: Ronaldinho Gaúcho, Roberto Carlos, Zé Roberto, Kaká e Ronaldo Fenômeno.
Foto (Photo): www.futebolemfotos.blogspot.com.br
Elenco da Seleção Brasileira
Atleta Alcunha Clube J G P
01 GO Nélson de Jesus Silva Dida AC Milan (ITA) 5 2 3
02 LD Marcos Evangelista de Moraes Cafu AC Milan (ITA) 4 0 4
03 ZA Lucimar Ferreira da Silva Lúcio Bayern München (ALE) 5 0 2
04 ZA Juan Silveira dos Santos Juan Bayer Leverkusen (ALE) 5 0 1
05 MV Émerson Ferreira da Rosa Émerson Juventus FC (ITA) 3 0 2
06 LE Roberto Carlos da Silva Rocha Roberto Carlos Real Madrid CF (ESP) 4 0 3
07 AT Adriano Leite Ribeiro Adriano Internazionale (ITA) 4 2 1
08 MA Ricardo Izecson dos Santos Leite Kaká AC Milan (ITA) 5 1 2
09 AT Ronaldo Luís Nazário de Lima Ronaldo Real Madrid CF (ESP) 5 3 4
10 AT Ronaldo de Assis Moreira Ronaldinho Barcelona FC (ESP) 5 0 2
11 MV José Roberto da Silva Jr. Zé Roberto Bayern München (ALE) 5 1 1
12 GO Rogério Mücke Ceni Rogério Ceni São Paulo FC (BRA) 1 0 2
13 LD Cícero João de Cézare Cicinho Real Madrid CF (ESP) 2 0 1
14 ZA Ânderson Luís da Silva Luisão SL Benfica (POR) 0 0 1
15 ZA Cristiano Marques Lima Cris Olympique Lyon (FRA) 0 0 1
16 LE Gilberto da Silva Melo Gilberto Melo Hertha BSC (ALE) 1 1 1
17 MV Gilberto Aparecido da Silva Gilberto Silva Arsenal FC (ING) 4 0 2
18 MV Carlos Luciano da Silva Mineiro São Paulo/SP (BRA) 0 0 1
19 MA Antônio Augusto Ribeiro Reis Jr. Juninho Olympique Lyon (FRA) 3 1 1
20 MV Ricardo Luis Pozzi Rodrigues Ricardinho Corinthians/SP (BRA) 2 0 2
21 AT Frederico Chaves Guedes Fred Olympique Lyon (FRA) 1 1 1
22 GO Júlio César Soares Espíndola Júlio César Internazionale (ITA) 0 0 1
23 AT Róbson de Souza Robinho Real Madrid CF (ESP) 3 0 1
Técnico: Carlos Alberto Gomes Parreira Parreira Confederação Brasileira de Futebol
# Capitão da Seleção Brasilrita: Marcos Evangelista de Moraes, Cafu.
# Referências: www.wikipedia.org/2006-FIFA-World-Cup/squads/Brazil
# Ronaldo tornou-se o “Maior Goleador” de todas as copas do mundo com 15 marcados.

.:: Campanha ::.
Primeira Fase – Primeira Rodada
Terça-Feira, 13 de Junho , 17:00 hs – Olympiastadion, em Berlin – 72.000 pag
Brasil 1 x 0 Croácia
Kaká, aos 43′/1º Jogo 1
Primeira Fase – Segunda Rodada
Quarta-Feira, 18 de Junho, 14:00 hs – Signal Iduna Park, em Dortmund – 66.000 pag
Brasil 2 x 0 Austrália
Adriano, aos 3′/2º
Fred, aos 44′/2º
Jogo 2
Primeira Fase – Terceira Rodada
Domingo, 22 de Junho, 17:00 hs – Signal Iduna Park, em Dortmund – 65.000 pag
Japão 1 x 4 Brasil
Keiji Tamada, aos 33′/1º Jogo 3 Ronaldo (cab), aos 45′/1º
Juninho Pernambucano, 7′/2º
Gilberto Melo, aos 13′/2º
Ronaldo, aos 35′/2º
Oitavas de Final
Sexta-Feira, 27 de Junho, 13:00 hs – Signal Iduna Park, em Dortmund – 65.000 pag
Brasil 3 x 0 Gana
Ronaldo, aos 4′/1º
Adriano, aos 45′/1º
Zé Roberto, aos 39′/2º’
Jogo 4
Quartas de Final
Terça-Feira, 1 de Julho, 17:00 hs – Commerzbank Arena, em Stuttgart – 48.000 pag
Brasil 0 x 1 França
Jogo 5 Thierry Henry (cab), aos 11′/2º

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by marcos boleiro on 19/07/2015 at 20:14

    na minha opiniao seria 4-3-3 gol – dida zagueiros lucio juan laterais roberto carlos cafu volantes mineiro zé roberto meio kaka ronaldinho ataque ronaldo robinho – segundo tempo juninho pernanbuco adriano

    Resposta

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s