As Bolas de Todas as Copas


.:: Todas as Bolas da Copa ::.

Dezenas de modelos de bolas de futebol foram usadas em cada edição da Copa do Mundo FIFA. As bolas das primeiras edições eram em tons de marrom, revestidas por doze (ou mais) gomos em couro natural, fabricadas por fornecedores locais. Inicialmente, a câmara de ar era inserida por uma abertura, fechada posteriormente por uma costura externa. Com o passar dos anos, foram surgindo diversas melhorias nos materiais e nas técnicas de fabricação. A partir de 1970, a empresa alemã Adidas passou a fornecer as bolas usadas oficialmente na Copa, tendo fornecido desde então bolas para onze edições da Copas do Mundo (1970, 1974, 1978, 1982, 1986, 1990, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014). Fonte: wikipedia.org


.:: Bola Argentina Tiento – 1930 ::.

Modelo Tiento (Bola da Argentina). Tiento significa uma tira de couro que amarrava, dentro do corpo da bola, o bico para poder enchê-la.
Este modelo possui doze gomos. Revestimento em couro. Não há registro de seu peso exato. sabe-se que era ligeiramente mais leve que a bola do Urugui. Sem fabricante oficial para este muncial.
Curiosidade: Na final entre Uruguai e Argentina, cada seleção exige jogar com sua própria bola. Por determinação do arbitro belga Jean Langenus, cada time joga um tempo com sua própria bola. A Tiento ficou com o primeiro tempo.
Na Copa do Mundo de 1930, a bola era pesada, feita de couro e possuía uma abertura por onde entrava uma câmara de ar de borracha. Essa abertura era depois costura com cadarço que ficava exposto, e isso era um tormento para os jogadores, que sofriam na hora do cabeceio e das boladas. Quando molhada, o couro absorvia a água e a bola ficava com quase o dobro do peso. Alguns jogadores usavam faixas ou toucas na cabeça para aliviar o atrito na hora de cabecear. O modelo T-Model ficou registrado como a primeira bola das Copas do Mundo. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Uruguaia T-Model – 1930 ::.

Modelo T-Model
Recebeu este nome pelo formato T recebido em seu projeto.
Este modelo possui doze gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro exato de seu peso. sabe-se que era ligeiramente mais pesada que a bola da Argentina utilizada nesta mesma edição.
Sem fabricante oficial para este muncial.
Curiosidade: Na final entre Uruguai e Argentina, cada seleção exige jogar com sua própria bola. Por determinação do arbitro belga Jean Langenus, cada seleção joga um tempo com sua própria bola. A T-Model ficou com o segundo tempo.
Na Copa do Mundo de 1930, a bola era pesada, feita de couro e possuía uma abertura por onde entrava uma câmara de ar de borracha. Essa abertura era depois costurada com cadarço que ficava exposto, e isso era um tormento para os jogadores, que sofriam na hora do cabeceio e das boladas. Quando molhada, o couro absorvia a água e a bola ficava com quase o dobro do peso. Alguns jogadores usavam faixas ou toucas na cabeça para aliviar o atrito na hora de cabecear.
O modelo T-Model ficou registrado como a primeira bola das Copas do Mundo. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Federale 102 – 1934 ::.

Modelo Federale 102
Bola encomendada na Argentina devido ao sistema superball de invenção, que melhorava o sistema de costura.
Este modelo possui doze gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Ecas.
Curiosidade: Nesta segunda edição do mundial FIFA, foi organizado pela primeira vez as eliminatórias. Isso foi necessário por uma alta procura de inscrição das seleções.
A bola da Copa da Italia em 1934 possuía as mesmas especificações da bola utilizada na edição anterior, eram de capotão, pesada, fechada com cordas que ficavam à mostra. Quando molhada, o couro absorvia a água e a bola ficava com quase o dobro do peso. Alguns jogadores ainda usavam faixas, toucas e outras proteções para aliviar o atrito com a bola.
O modelo Federale 102 não trouxe novidade em sua configuração nesta segunda edição. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Allen – 1938 ::.

Este modelo possui doze gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Allen.
A chuteira do artilheiro brasileiro Leônidas da Silva estourou e, justo enquanto era consertada, o craque se viu no meio da área, livre diante da bola rebatida após uma cobrança de falta de seu colega Hércules. Ele não precisou pensar duas vezes: de pé descalço marcou um de seus três gols naquela noite.
Já naquele tempo a regra proibia que alguém jogasse sem seu equipamento completo, mas diz a lenda que com a chuva incessante que caía em Estrasburgo e o campo cheio de barro, o pé de Leônidas estava tão marrom que o árbitro sueco Ivan Eklind nem percebeu a diferença, e percebendo após o gol que Leônidas estava descalço, ordenou-lhe que calçasse sua chuteira sem anular o Gol.
Curiosidade: Nesta terceira edição do mundial FIFA, o principal cartaz de divulgação desta copa traz a imagem de um jogador e a Allen encima do Globo, aqui representado como a grande bola.
A bola da Copa da Itália em 1938 possuía as mesmas especificações das bolas utilizadas nas edições anteriores.
A Allen foi a bola de despedida com clima pré-guerra, depois disto houve de fato a guerra, o que estabelecia a extinção da Copa do Mundo, mantida viva apenas no coração de Jules Rimet. Finalmente foi organizada em 1950 a primeira copa pós-guerra. Uma mensagem de paz mundial de Jules Rimet. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Super Duplo T – 1950 ::.

Este modelo possui doze gomos arredondados nas bordas.
Revestimento em couro, com as primeiras costuras internas (invisíveis).
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Superball.
A bola utilizada na Copa do Mundo no Brasil era da marca Superball, que apresentou nos estádios brasileiros a bola modelo Super T Duplo com a costura interna sem a abertura do cadarço. Uma bola mais resistente e mais agradável aos jogadores, porém o couro continua pesado quando encharcado pela chuva.
A marca não tinha a menor importância nesta época, ainda não existia esse tipo de marketing, porém nesta copa a bola era da marca Superball, que fazia anúncios em faixas que eram estendidas nos estádios de maneira improvisada.
Curiosidade: A bola da vitória dos EUA sobre Inglaterra na copa de 50 virou um objeto de museu. Possuía câmara como as bolas atuais.
Esta bola de 1950 foi uma evolução, comparada com as anteriores e marcou o reinício das copas dos mundos depois da guerra. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Swiss WC Match Ball – 1954 ::.

Este modelo possui dezoito gomos arredondados nas bordas.
Revestimento em couro, com as primeiras costuras internas (invisíveis).
Fabricante: Koss Sport.
Modelo Swiss WC Match Ball
A bola de 18 gomos fez sua primeira aparição nesta edição do Mundial FIFA, A Swiss WC Match Ball, do jogo final entre Alemanha Ocidental e Hungria, inaugurou a era das bolas com dimensões padronizadas pela FIFA. Reinou até o Mundial de 1966.
Curiosidade: A Copa de 1954 teve a maior média de gols por jogo da história dos Mundiais: 5,38 (140 gols em 26 jogos).
A bola oficial de 1954 não obteve qualquer evolução, mantendo o padrão da copa de 1950, salvo, por inaugurar a padronização estabelecida pela FIFA de peso, tamanho e diametro. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Top Star – 1958 ::.

Este modelo possui vinte e quatro gomos arredondados nas bordas.
Revestimento em couro, com as primeiras costuras internas (invisíveis).
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Top Star, uma pequena empresa sueca.
A bola da Copa de 1958 na Suécia era a Top Star, foi a primeira conquista do Brasil em Copas do Mundo e o maior numero de gols feitos em uma final com sete gols marcados. Foi com este modelo que Pelé e Garricha encantaram o mundo inteiro.
A bola de 24 gomos foi desenhada com costura interlaçada em zig-zag, para que houvesse menos tensão na costura.
Curiosidade: Antes de eleger a bola oficial da copa do mundo de 1958, a FIFA realizou testes, num playground em Estocolmo, com aproximadamente 100 bolas distintas. O modelo vitorioso foi o Top Star de uma pequena empresa sueca. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Mr. Crack – 1962 ::.

Este modelo possui dez gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Sem Registro
Em 1962, a bola seguia sendo uma coadjuvantes dos craques, com o seu nome estampado. Era marrom, cor original do material com que era fabricada, o couro. E foi com ela que o Brasil conquistou seu segundo título mundial, no Chile.
A bola fornecida localmente para a Copa do Chile as bolas de futebol usadas no Chile não correspondiam às do padrão europeu. No período das chuvas elas absorviam água e encharcavam, e, no sol, perdiam sua cor. De fato, antes do chute inicial, bem no início da partida entre Chile e Suíça, o árbitro inglês Ken Aston pediu para ver as cinco bolas que seriam usadas no jogo. Ele ficou tão horrorizado com as péssimas condições em que estavam, inclusive descascadas, que pediu uma bola nova que chegou somente aos dez minutos do segundo tempo. Assim, várias bolas europeias foram usadas como substitutas das marcas locais em muitas das partidas restantes.
Curiosidade: O formato dos gomos da bola foi alterado para tentar minimizar a infiltração de água em dias de chuva. Sem sucesso, na Copa seguinte a bola voltou ao desenho original.
Uma relíquia histórica do futebol. Uma bola oficial da FIFA, utilizada no bi-campeonato mundial, no Chile, com assinaturas de todos os integrantes da delegação da CBD, jogadores, dirigentes e comissão técnicas. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Challenge 4-Star – 1966 ::.

Na Inglaterra, foi utilizada a bola Challenge 4-Star, fabricada por Slazenger, então A Chalenge 4-Star, com 24 gomos, do fabricante inglês Slazenger, localizado em Dewsbury. Foi produzida como suas antecessoras, de couro, com o desenho do painéis colocados juntos e de forma alongadas. A bola usada na final tinha uma cor marrom-avermelhada. Foi escolhida após uma seleção entre amostras de diversos fabricantes convidados pela FIFA. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Telstar – 1970 ::.

A Copa de 1970, no México, marcou a história das bolas de futebol. Escolhida pela FIFA como a fornecedora oficial de seus torneios oficiais, a empresa Adidas inspirou-se na estrutura das cúpulas geodésicas de Buckminster Fuller para obter a maior esfericidade possível, utilizando 32 gomos (12 pentágonos e 20 hexágonos) para formar um icosaedro truncado. Os pentágonos foram pintados na cor preta e os hexágonos na cor branca para facilitar a visualização da bola nas imagens de televisão, dado que a competição seria transmitida ao vivo em preto e branco. Esse design tornou-se o mais famoso de todos os tempos, sendo considerado o mais utilizado até os dias atuais.
O nome, Telstar, deve-se à sua semelhança com o satélite homônimo, responsável pela transmissão dos jogos para a Europa. Foi também a primeira bola a receber um nome especialmente para a Copa do Mundo. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Telstar Durlast – 1974 ::.

Este modelo possui trinta e dois gomos arredondados nas bordas.
Revestimento em couro, hexágonos brancos e pentágonos pretos.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Chamada de Adidas Telstar Durlast, que era mais resistente a água e mais impermeável que a anterior. Durante o torneio, também foi usada uma bola toda branca, batizada de Adidas Chile Durlast, e que foi utilizada em 8 jogos, incluindo a semifinal entre Brasil e Países Baixos, e a decisão do 3° lugar entre Brasil e Polônia.
Após a Copa, foram lançados outros modelos, inclusive a “Super Lux”, que era feita com gomos hexagonais laranjas e gomos pentagonais pretos, o que facilitaria a visibilidade da bola em jogos com neve.
Atualmente o Telstar é considerado um projeto clássico. Embora a maioria das bolas de futebol usadas nos campeonatos atuais possuam desenhos e gomos diferentes, nas representações de bolas de futebol em desenhos, quadrinhos, caricaturas e enfeites em geral, geralmente são feitos bolas de futebol inspirados na Adidas Telstar, se tornando um ícone universal para o futebol até hoje. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Tango Durlast- 1978 ::.

Este modelo Possuí gomos brancos e tríades pretas que criavam 12 círculos na bola.
Este modelo possui 32 gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Formada de 32 painéis bancos (12 pentágonos e 20 hexágonos) com padrão decorativo que criou um padrão de doze círculos iguais. Foi um projeto que permaneceu praticamente inalterado durante cinco Copas do Mundo sucessivas. Seu nome vem da mais tradicional e conhecidada dança argentina, o tango. Tango que reinou por mais 5 edições o nome da bola passou a ter significado relevante com o local do Mundial e esse em particular foi a homenagem a uma das paixões argentinas. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Tango Espanã – 1982 ::.

Este modelo possui 32 gomos.
Revestimento em couro.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Em 1982 na Copa do Mundo da Espanha o modelo Tango continuou mudando apenas um detalhe no nome para Tango Espanha, porem havia uma inovação tecnológica, sua costura agora era impermeável.
Uma mudança em termos tecnológicos com as revolucionárias costuras impermeáveis para reduzir a absorção de água. Assim, a bola já não se tornaria tão pesada em dias de chuva.
Este modelo Possuí gomos brancos e tríades pretas criavam 12 círculos na bola.
Desenho idêntico ao da bola Tango, usada na copa de 1978. Revestida com poliuretano e borracha, foi a primeira resistente à água, porém sua delicada costura necessitava reparos durante os jogos. A Tango foi a última bola genuinamente de couro usada em copas do mundo. Custava caro na época, fazendo com que fossem criadas muitas cópias. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Azteca – 1986 ::.

Este modelo possui 12 gomos com figuras da cultura azteca.
Este modelo possui um total de 32 gomos.
Revestimento sintético
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Na Copa do Mundo FIFA México 1986, a Adidas lançou a bola Azteca, a primeira bola totalmente sintética o que melhorou muito a durabilidade e minimizou ainda mais a absorção de água. O couro foi definitivamente aposentado. Este foi o primeiro modelo que teve como inspiração a cultura do país sede. O seu nome vem da cultura do México, os Astecas.
Foi a primeira bola usada em um mundial feita inteiramente de material sintético. A decoração era feita por triângulos inspirados na arte asteca. O nome, vem da civilização pré-colombiana existente no México na chegada dos espanhóis no século XVI. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Etrusco Unico – 1990 ::.

Este modelo possui um total de 32 gomos.
Revestimento sintético.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Em 1990 a Adidas criou o modelo Etrusco Único para a Copa do Mundo FIFA Itália 1990. Com impermeabilização total, com uma capa interna de espuma de poliuretano. Devido à cultura italiana. Apresentando três cabeças de leões etruscas dentro de cada uma das 12 tríades decorando a bola.
Este modelo possui 12 gomos com símbolos associados a 3 leões a cada imagem.
Curiosidade: O nome e o desenho tiveram inspiração na história antiga da Itália e da arte dos etruscos. Foi a primeira bola com impermeabilização total, com uma capa interna de espuma de poliuretano, evitando que a chuva alterasse a sua forma e peso. A bola adidas Etrusco Único também foi usada na Eurocopa, em 1992, na Suécia.
Desenho também inspirado na bola tango de 1978, o diferencial estava no complexo desenho decorativo teve inspiração na arte etrusca: três leões etruscos decorando os vinte triângulos típicos da Tango. Possuía uma camada interna de espuma de poliuretano para torná-la mais leve e resistente, bem como uma camada de neoprene para torná-la impermeável. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Questra – 1994 ::.

Este modelo possui dezoito gomos arredondados nas bordas.
Este modelo possui um total de 32 gomos.
Revestimento com espuma de polietileno e câmera de lastex.
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
A bola foi chamada de Questra, nome dado a uma família de bolas de futebol produzidas originalmente pela Adidas para grandes eventos internacionais em meados da década de 90.
A bola Questra foi fabricada com materiais inovadores, que permitiam ao modelo ganhar mais velocidade nos chutes e cabeceadas. O que facilitava a vida dos atacantes e dificultava a dos goleiros.
O nome deriva de uma antiga palavra inglesa que significa the quest for the stars (“a busca para as estrelas”). A bola possui três versões: a Questra Europa (para o Campeonato Europeu de Futebol de 1996, a primeira colorida, com representação de três leões e uma rosa, tradicionais símbolos ingleses; a Questra Olympia (para o futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1996) e a Questra Apollo (para o Campeonato Espanhol de Futebol – 1996-1997). Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Tricolore – 1998 ::.

Este modelo possui doze gomos com imagens representativas.
Este modelo possui um total de 32 gomos.
Revestimento sintético
Não há registro de seu peso.
Fabricante: Adidas.
Sua tríade incorpora cores e símbolos da nação anfitriã, a França – um galo, um trem em alta velocidade e uma turbina. A bola era de um material sintético totalmente novo, moldada com ‘espuma sintética’ que afirmavam dar melhor compressão e mais repiques, características de suas antecessoras. A espuma era feita de microcélulas cheias de gás, que distribuem energia igualmente quando a bola é chutada.
Foi a primeira bola multicolorida usada em uma copa do mundo. Seu desenho é semelhante ao da sua antecessora, A Questra, porém com as cores da bandeira da frança (conhecida também como bandeira tricolor), que são azul, branco e vermelho. Além disso, nos triângulos havia galos, outro símbolo francês, em desenho estilizado. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Fevernova – 2002 ::.

Este modelo possui trinta e dois gomos arredondados nas bordas.
Revestimento sintético
Não há registro de seu peso.
Fabricante Adidas.
A bola para a FIFA World Cup Korea/Japan, conhecida como a “Fevernova”, era o resultado de três anos de aperfeiçoamento na “Tricolore” no centro de pesquisa da Adidas em Scheinfeld, no sul da Alemanha. O material consiste em seis camadas ou revestimentos, começando com uma bexiga de látex natural dentro, depois um tecido de malha Raschel com três camadas, a espuma sintática, uma camada de poliuretano, uma impressão protegida com tinta Iriodin e, finalmente, uma camada de poliuretano transparente resistente ao rasgo.
O desenho da tríade adidas se tornou, agora, duas tríades simples ampliadas, com as setas para o sentido horário nas cores cinza, vermelha e dourada. O fundo não era mais o branco puro tradicional, mas mais uma cor champanhe.
Ela apresenta um design que consiste em um triângulo cinza fronteira com o ouro, cada um coberto com a cabeça curvada por uma chama vermelha de fogo. Esta forma se assemelha a de um Shuriken. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Teamgeist – 2006 ::.

Este modelo possui 14 gomos de dois formatos diferentes.
Revestimento Síntetico.
Seu peso 441,44 gramas.
Fabricante: Adidas.
Em 2006 na Copa do Mundo da Alemanha a Teamgeist foi a bola produzida pela Adidas para o mundial também com inovações no design. Seu nome significa “espírito de equipe”. Esta foi a primeira bola oficial de uma Copa do Mundo a ter uma versão especial usada na final, intitulada +Teamgeist Berlin.
Curiosidade: Modelos específicos era reservado para cada jogo, com nomes das seleções, data, horário da partida e cidade impressos na bola.
Demorou bem mais de três anos de intensa pesquisa e desenvolvimento para apresentar a adidas “+Teamgeist”, a bola com melhor desempenho até então. Graças à revolucionária configuração de bola de 14 gomos, os jogadores agora podem revelar suas verdadeiras habilidades, já que as características de qualidade e desempenho são exatamente idênticas toda vez que chutam a bola.
O adidas Innovation Team (a.i.t) testou, rigorosamente, a nova Bola Oficial para a FIFA World Cup™ 2006 na Alemanha, primeiro sob condições laboratoriais mais rígidas possíveis, e depois com jogadores profissionais e clubes nos gramados. Testes científicos foram realizados junto com o Grupo de Pesquisa em Tecnologia do Esporte da Universidade de Loughborough, uma das maiores instituições do ramo. Estes testes confirmaram que a adidas “+Teamgeist” é mais redonda, precisa e consistente do que qualquer outra bola de jogo da concorrência. Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Jabulani – 2010 ::.

Este modelo Possuí 8 gomos em forma 3D.
Revestimento Síntetico.
Seu peso 440 gramas.
Fabricante: Adidas.
Jabulani (que na língua zulu quer dizer “festejar”) foi apresentada oficialmente em 4 de dezembro de 2009, durante o sorteio para as chaves do mundial de 2010. É formada por oito painéis termossoldados e dispostos de maneira esférica. Sua estampa é um motivo decorativo de onze cores (o número não é casual, e simboliza os onze jogadores de uma equipe, assim como as 11 língua oficiais do país anfitrião, no caso, a África do Sul) composto de 4 triângulos que recordavam vagamente o aspecto do FNB Stadium de Johannesburgo, onde foi disputada a final entre Holanda e Espanha, além de cores do logotipo oficial do evento. Possui a Tecnologia grip “Groove N”, feita pela Adidas para permitir maior precisão no disparo e no controle de bola.
Curiosidade: Tecnologia Grip’n’Groove: tratamento de textura que proporciona à bola um vôo regular e retilíneo. A Jabulani proporciona força, efeito e controle nunca antes vistos no futebol. Assim como na final do Mundial de 2006, foi usada uma versão especial, chamada Jo’bulani, cujo nome é derivado da junção de Jabulani e Jo’burg, forma abreviada com a qual é chamada a cidade de Johannesburgo, também conhecida como “a cidade do ouro” (não por acaso, a Jo’bulani é dourada, aou contrário da Jabulani). Fonte: ascopasdomundo.com.br

.:: Bola Brazuca – 2014 ::.

A bola que vai rolar pelos nossos gramados, será conhecida em todo mundo pela nossa alegria e irreverência. A fabricante pediu obrigado a todos os torcedores que ajudaram a escolher o nome da bola que representará o nosso orgulho de ser brasileiro.
Detalhes sobre a bola, ainda não divulgados.
Curiosidade: Pela primeira vez na história, os torcedores puderam decidir o nome da bola da copa do mundo da FIFA. Bossa Nova, Brazuca ou Carnavalesca: fabricante lança votação para o nome oficial da bola da copa.
A Adidas, um dos patrocinadores oficiais da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, divulgou neste domingo as opções para o nome oficial da bola que rolará nos gramados brasileiros durante o Mundial: Bossa Nova, Brazuca e Carnavalesca. A decisão final sairá de uma votação pela internet, que durará até o dia 2 de setembro neste site.

# Links Externos (External Links) www.seligadicas.com.br
# Links Externos (External Links) www.robolaranja.com.br
# Links Externos (External Links) www.copadomundo.uol.com.br
# Links Externos (External Links) www.quality.fifa.com

19 responses to this post.

  1. Posted by daniela on 29/04/2014 at 14:15

    é nois brasil

    Resposta

  2. Posted by lucas on 30/04/2014 at 0:42

    nossa valeu me ajudou na pesquisa e tanbem me informar kkk

    Resposta

  3. valeu voce me ajudou muito

    Resposta

  4. Posted by evellyn santos on 05/06/2014 at 23:58

    eu gostei da bola de 1994 eu estou fazendo um trabalho dela

    Resposta

  5. Posted by ligia on 06/06/2014 at 23:38

    Este historico esta muito interessante e matou minha curiosidade. A Brazuca e muito bonita e tomara traga sorte para os nossos jogadores.

    Resposta

  6. obrigada vc me ajudou mt precisava dos nomes desde 1930 e os outros so tinham de 1970 . tenks bj

    Resposta

  7. Posted by caua on 11/06/2014 at 17:40

    muito legal ótimo pra alguma matéria escolar eu sou um estudante

    Resposta

  8. melhor bola e a de 2014

    Resposta

  9. Posted by nemora gisele pereira on 17/06/2014 at 13:23

    meu nome e thamyres alves das neves de novo alegre tocantins, e estou aq para falar q sou fã do brasil e principalmente do neymar e gostei do nova cor do cabelo dele e do daniel alves….
    e sou parente do daniel alves, pq eu tb tenho alves..rsrsrsrsrs

    bjossss
    te amo neymar

    Resposta

  10. Posted by nemora gisele pereira on 17/06/2014 at 13:27

    meu nome é nemora gisele e gosto muitoo do neymar e de todos os jogadores do brasil e eu até escrevi o nome de neymar na minha perna e eu sou muiito fã dele e espero q ele faça um gol pra mim hoje no jogoo

    bjooosssss

    teeee amo e te adoroo neymar

    Resposta

  11. Posted by nemora gisele pereira on 17/06/2014 at 13:32

    TEEEEEE AMOOOOOOOOOOO

    NEYMAAR

    Resposta

  12. Posted by gabriel dubiela on 14/07/2014 at 12:26

    eu presisava do nome da bola usada em 2010

    Resposta

  13. Posted by gabriel dubiela on 14/07/2014 at 12:31

    qual e´ o nome completo do pele´????

    Resposta

  14. Posted by jaquedoida on 22/07/2014 at 2:31

    legal !!!!

    Resposta

  15. Posted by roberto on 27/08/2014 at 18:51

    valeu

    Resposta

  16. Muito Bom !! Ajudo no meu trabalho 😀

    Resposta

  17. não mostrarão a dne campo?

    Resposta

Deixe um Comentário, uma opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: