Archive for the ‘Jogos de 1914 a 1919’ Category

1 de Junho de 1919 – Brasil 3 x 3 Argentina

.:: Jogo Oficial – 15 – Official Match
Uma das formações da Argentina no Campeonato Sulamericano de 1919;
Em pé: Ernesto Mattozzi (fez um gol), Pedro Martinez, Roberto Castagnola, Carlos Isola, Armando Reys e Eduardo Uslenghi; Agachados: Pedro Colonino, Carlos Izaguirre, Edwin Clark (fez um gol), Enrique Bricheto e Juan Perinetti; Isola e Izaguirre não participaram do amistoso;
Credito: reliquiasdofutebol.blogspot.com.br
Ficha Tecnica
Brasil 3 x 3 Argentina
International Friendly
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso Oficial Beneficente – Taça Roberto Chery
• Data (Date): Domingo, 1 de Junho de 1919
• Estádio (Stadium): Fluminense FC – Laranjeiras, no Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): cerca de 22.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Ángel Minolli (Uruguai / Uruguay)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (No Record)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Record)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Arlindo, aos 5’/1º 1-1 Edwin Clarcke, aos 8’/1º
2-1 Arlindo, aos 33’/1º 2-2 Ernesto Matozzi, aos 41’/1º
3-2 Haroldo Domingues, aos 45’/1º 3-3 José Laiolo, aos 39’/2º
Brasil – Brazil Argentina
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
DIONYSIO dos Santos
Luiz PALAMONE
BIANCO Gambini
Arthur LAÍS
Antônio PICAGLI
Álvaro MARTINS
Oscar CARREGAL
Adolpho MILLON
HEITOR Domingues
ARLINDO Pacheco
HAROLDO Domingues
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Carlos ISOLA ©
Roberto CASTAGNOLA
Armando REYES
Ernesto MATTOZZI
Eduardo USLENGHI
Pedro MARTÍNEZ
Pedro CALOMINO
José LAIOLO
Edwin CLARCKE
Nicolás ROFRANO
Francisco TAGGINO
Coach: Ground Comitee Capitain: Carlos Isola
# Não Havia Substituições # Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
3 x 2 0 x 1 3 x 3
● Amistoso beneficente em homenagem ao goleiro uruguaio Roberto Chery, que falecera poucos dias antes, 30 de maio, durante a disputa do Campeonato Sul-Americano;
● Em comum acordo o Brasil jogou com a camisa do Peñarol e a Argentina com a do Uruguai;
● Estreantes na Seleção Brasileira: Dionysio, Palamone, Martins, Laís, Carregal e Arlindo;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Arnaldo, Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Neto;
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
Roberto Chery: Foi um goleiro que defendeu o Peñarol do Uruguai e que morreu em 30/05/1919 durante a disputa do Sul-Americano; Em sua homenagem Brasil e Argentina disputaram uma Taça que levou seu nome, como a partida terminou empatada o Troféu foi dado ao Peñarol. A renda da partida foi dada a família de Roberto Chery para ajudar em seu enterro;
● Campanha do Brasil em 1919: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Homenagem a Roberto Chery ::.
Nascido em Montevidéu no dia 16 de fevereiro de 1896, o goleiro Roberto Chery é um mártir para a torcida do Peñarol e, porque não, para a Seleção Uruguaia. Ele veio a falecer depois de uma lesão dentro de campo defendendo a Celeste.

Chery debutou defendendo as balizas da meta do Peñarol em 1916, na decisão do Torneio de Honra contra o antigo River Plate. Desde então, defendeu a equipe principal dos carboneros por três temporadas consecutivas. Chery foi considerado o Rei dos Clássicos. Em nove confrontos contra o Nacional com ele em campo, o Peñarol perdeu apenas um. Além de ser conhecido como um ótimo goleiro, era um poeta de mão cheia.

Em 1918, o Peñarol montou uma excelente equipe que, além de Chery, contava com José Piendibene, Isabelino Gradín e Antonio Campolo. Com belas defesas, Chery ajudou a equipe carbonera a conquistar o Campeonato Uruguaio. É claro que suas atuações chamaram a atenção de todos que acompanhavam o futebol charruá.

O técnico da Seleção Uruguaia, Severino Castillo, convocou o atleta do Peñarol para o Campeonato Sul Americano de Seleções de 1919, que seria realizado no Brasil. Chery foi chamado para ser o reserva do lendário Cayetano Saporiti, que defendeu o Montevideo Wanderers por 20 anos.

No Brasil, Chery esteve nos primeiros jogos do Sul Americano apenas assistindo as atuações de Saporiti. Porém, para o jogo contra o Chile, que seria realizado em 17 de maio, Castillo resolveu dar um descanso ao arqueiro do Wanderers e o goleiro do Peñarol faria sua estreia pela Seleção Uruguaia.

O que deveria ser um motivo de alegria foi, infelizmente, um fato triste. No desenrolar da partida no Estádio das Laranjeiras, um jogador chileno deu um potente chute, que foi encaixado pelo arqueiro. No momento, Chery teve uma hérnia rompida.

O goleiro foi imediatamente conduzido para um hospital onde ficou por duas semanas. Porém, ele não resistiu aos problemas do rompimento da hérnia e faleceu no dia 30 de maio, justamente um dia após a final da competição, que foi vencida pelos brasileiros em uma memorável final contra os uruguaios.

Dois dias depois, Brasil e Argentina fariam um amistoso nas Laranjeiras. Em memória de Roberto Chery, a Taça colocada em jogo naquele dia foi denominada com o nome do goleiro e a renda do jogo seria revertida para a sua família. Além disso, houve uma outra homenagem: o Brasil jogou com o uniforme do Peñarol e a Argentina com a camisa celeste da Seleção Uruguaia. A partida terminou empatada em 3 a 3 e a taça foi entregue ao Peñarol e está até hoje na sala de troféus do clube. E assim, a memória de Roberto Chery está guardada para sempre pelos torcedores carboneros.
Credito: www.ocuriosodofutebol.com.br


.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

29 de Maio de 1919 – Brasil 1 x 0 Uruguai

.:: Jogo Oficial – 14 – Official Match ::.
Imagen da final entre Brasil e Uruguai. Note o estádio completamente lotado; (CBF)
Credito: reliquiasdofutebol.blogspot.com.br
Ficha Tecnica
Brasil 1 x 0 Uruguai
Campeonato Sul-Americano de 1919 no Brasil
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): III Campeonato Sulamericano – Brasil 1919 – Jogo Desempate
• Data (Date): Quinta-Feira, 29 de Maio de 1919
• Estádio (Stadium): Fluminense FC – Laranjeiras, no Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): cerca de 26.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Juan Pedro Barbera (Argentina)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Adilson Penteado (Brasil / Brazil)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Record)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Friedenreich, aos 2’/1º/2ª Pror
Brasil – Brazil Uruguai – Uruguay
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
MARCOS Mendonça
PÍNDARO de Carvalho
BIANCO Gambini
SÉRGIO Pires
AMÍLCAR Barbuy
FORTES Filho
Adolpho MILLON
Manoel NECO
Arthur FRIEDENREICH
HEITOR Domingues
ARNALDO Silveira ©
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Cayetano SAPORITI
Manuel VARELA
Alfredo FOGLINO ©
Rogelio NAGUIL
Alfredo ZIBECHI
José VANZZINO
José PÉREZ
Héctor Pedro SCARONE
Ángel ROMANO
Isabelino GRADÍN
Rodolfo MARÁN
Coach: Ground Comitee Coach: Severino Castillo
# Não Havia Substituições # Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 0 0 x 0 0 x 0 1 x 0 0 x 0 1 x 0
● No tempo normal terminou em (0-0). Houve, então, uma prorrogação de 2 tempos de 15 minutos que também terminou em (0-0). Houve uma 2ª prorrogação e o Brasil venceu por (1-0);
● Com esse resultado Brasil o Brasil sagrou-se campeão pela 1ª vez da competição;
● Esta é a partida mais longa da história da competição com 150 minutos de duração. O jogo começou no dia 29 e terminou na madrugado de sexta-feira, dia 30 de maio;
● Friedenreich e Neco foram os artilheiros do torneio, ambos com quatro gols marcados;
● Esta foi a primeira vez que o Brasil sediou o Campeonato Sul-Americano;
● Esta também foi a primeira vez que o Brasil sediou uma competição oficial de futebol;
● Participantes: Brasil, Argentina, Chile e Uruguai (Quadrangular);
● Estreantes na Seleção Brasileira: Nenhum;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Arnaldo, Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Neto;
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
● Elenco do Brasil na Competição: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season
● Campanha do Brasil em 1919: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Galeria de Imagens ::.
Formação brasileira que venceu o Uruguai na Final do sulamericano de 1919;
Em pé: Pedro Barbera (árbitro), Sérgio, Fortes, Millon, Bianco, Marcos Mendonça, Neco, Píndaro, Amílcar, Heitor, Arnaldo, Friedenreich e Adilson Penteado (Bandeirinha);
Uma das formações do Uruguai no campeonato Sulamericano de 1919;
Credito: museuvirtualdofutebol.blogspot.com.br
Imagem do estádio das Laranjeiras palco do sulamericano de 1919;
Credito: www.cacellain.com.br

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

25 de Maio de 1919 – Brasil 2 x 2 Uruguai

.:: Jogo Oficial – 13 – Official Match
Imagen do empate entre Brasil e Uruguai pela terceira rodada;
Ficha Tecnica
Brasil 2 x 2 Uruguai
Campeonato Sul-Americano de 1919 no Brasil
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): III Campeonato Sulamericano – Brasil 1919 – 3ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 25 de Maio de 1919
• Estádio (Stadium): Fluminense FC – Laranjeiras, no Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): cerca de 23.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Robert Lindsay Todd (Inglaterra / England)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Miguel Guerrero (goleiro do Chile)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Carlos Izaguirre (atacante da Argentina)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-2 Neco, aos 20’/1º 1-0 Isabelino Gradín, aos 13’/1º
2-2 Neco, aos 15’/2º 2-0 Carlos Scarone, aos 17’/1
Brasil – Brazil Uruguai – Uruguay
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
MARCOS Mendonça
PÍNDARO de Carvalho
BIANCO Gambini
SÉRGIO Pires
AMÍLCAR Barbuy
FORTES Filho
Adolpho MILLON
Manoel NECO
Arthur FRIEDENREICH
HEITOR Domingues
ARNALDO Silveira ©
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Cayetano SAPORITI
Manuel VARELA
Alfredo FOGLINO ©
Rogelio NAGUIL
Alfredo ZIBECHI
José VANZZINO
José PÉREZ
Héctor Pedro SCARONE
Carlos SCARONE
Isabelino GRADÍN
Rodolfo MARÁN
Coach: Ground Comitee Coach: Severino Castillo
# Não Havia Substituições # Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 2 1 x 0 2 x 2
● Com esse resultado Brasil e Uruguai terminaram empatados em pontos ganhos e naquela época o regulamento previa um jogo-desempate para decidir o campeão;
● Esta foi a primeira vez que o Brasil sediou o Campeonato Sul-Americano.
● Esta também foi a primeira vez que o Brasil sediou uma competição oficial de futebol;
● Participantes: Brasil, Argentina, Chile e Uruguai (Quadrangular);
● Estreantes na Seleção Brasileira: Nenhum;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Arnaldo, Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Neto;
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
● Elenco do Brasil na Competição: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/elenco
● Campanha do Brasil em 1919: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Galeria de Imagens – Images Gallery ::.
Em pé: Píndaro, Sérgio Marcos Mendonça, Fortes, Bianco e Amílcar Barbuy;
Agachados: Millon, Neco, Friedenreich, Heitor Domingues e Arnaldo (capitão);
Credito: www.cacellain.com.br
Uma das formações do Uruguai no campeonato Sulamericano de 1919;
Credito: museuvirtualdofutebol.blogspot.com.br
Imagem do estádio das Laranjeiras palco do sulamericano de 1919;
Credito: museuvirtualdofutebol.blogspot.com.br

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

18 de Maio de 1919 – Brasil 3 x 1 Argentina – Campeonato Sul-Americano

.:: Jogo Oficial – 12 – Official Match
Imagen da vitória do Brasil contra a Argentina pela segunda rodada;
Ficha Tecnica
Brasil 3 x 1 Argentina
Campeonato Sulamericano de 1919
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso Oficial – Taça Roberto Chery
• Data (Date): Domingo, 18 de Maio de 1919
• Estádio (Stadium): Fluminense FC – Laranjeiras, no Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): cerca de 22.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Robert Lindsay Todd (Inglaterra / England)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Manuel Gerrero (goleiro do Chile)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Héctor Baeza (meio campo do Chile)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Amílcar, aos 12’/1º 1-1 Carlos Izaguirre, aos 20’/1º
2-1 Millon, aos 6’/2º
3-1 Heitor, aos 35’/2º
Brasil – Brazil Argentina
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
MARCOS Mendonça
PÍNDARO de Carvalho
BIANCO Gambini
SÉRGIO Pires
AMÍLCAR Barbuy
FORTES Filho
Adolpho MILLON
Manoel NECO
Arthur FRIEDENREICH
HEITOR Domingues
ARNALDO Silveira ©
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Carlos ISOLA ©
Antonio Roque CORTELLA
Armando REYES
Ernesto MATTOZZI
Eduardo USLENGHI
Pedro MARTÍNEZ
Pedro CALOMINO
Carlos Fernando IZAGUIRRE
Edwin CLARCKE
Enrique BRICCHETTO
Juan Nelusco PERINETTI
Coach: Ground Comitee Capitão: Carlos Isola
# Não Havia Substituições # Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
1 x 1 2 x 0 3 x 1
● Esta foi a primeira vez que o Brasil sediou o Campeonato Sul-Americano.
● Esta também foi a primeira vez que o Brasil sediou uma competição oficial de futebol;
● Participantes: Brasil, Argentina, Chile e Uruguai (Quadrangular);
● Estreantes na Seleção Brasileira: Fortes;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Arnaldo, Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Neto;
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
● Elenco do Brasil na Competição: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/elenco
● Campanha do Brasil em 1919: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

11 de Maio de 1919 – Brasil 6 x 0 Chile

.:: Jogo Oficial – 11 – Official Match
Lance do jogo entre Brasil e Chile. Vitória Brasileira por 6 x 0;
Ficha Tecnica
Brasil 6 x 0 Chile
Campeonato Sul-Americano de 1919 no Brasil
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): III Campeonato Sulamericano – Brasil 1919 – 1ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 11 de Maio de 1919
• Estádio (Stadium): Fluminense FC – Laranjeiras, no Rio de Janeiro (BRA)
• Público (Attendance): cerca de 20.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Juan Pedro Barbera (Argentina)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (No Record)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Record)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
Gol 1-0 Friedenreich, aos 11’/1º
Gol 2-0 Neco, aos 20’/1º
Gol 3-0 Neco, aos 33’/1º
Gol 4-0 Haroldo, aos 4’/2º
Gol 5-0 Friedenreich, aos 25’/2º
Gol 6-0 Friedenreich, aos 36’/2º
Brasil – Brazil Chile
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
MARCOS Mendonça
PÍNDARO de Carvalho
BIANCO Gambini
SÉRGIO Pires
AMÍLCAR Barbuy
Armando GALLO
LUIZ Menezes
Manoel NECO
Arthur FRIEDENREICH
HAROLDO Domingues
ARNALDO Silveira ©
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Manuel GUERRERO ©
Francisco GATICA
Ulises POIRIER
Oscar GONZÁLEZ
Héctro BAEZA
Telésfor BAEZ
Eufemio FUENTES
Aurelio DOMÍNGUEZ
Alfredo FRANCE
Horacio MUÑOZ
Victor VARAS
Coach: Ground Comitee Coach: Héctor Parra
# Não Havia Substituições # Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
3 x 0 3 x 0 6 x 0
● Esta foi a primeira vez que o Brasil sediou o Campeonato Sul-Americano.
● Esta também foi a primeira vez que o Brasil sediou uma competição oficial de futebol;
● Participantes: Brasil, Argentina, Chile e Uruguai (Quadrangular);
● Estreantes na Seleção Brasileira: Bianco e Sérgio;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Arnaldo, Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Neto;
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
● Elenco do Brasil na Competição: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season
● Campanha do Brasil em 1919: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Galeria de Imagens – Images Gallery ::.
Em pé: Bianco, Sérgio, Marcos Mendonça, Amílcar Barbuy, Gallo e Píndaro;
Agachados: Luiz Menezes, Neco, Friedenreich, Haroldo e Arnaldo (capitão); (Foto: CBF)
Uma das formações do Chile no Campeonato Sulamericano de 1919;
Credito: museuvirtualdofutebol.blogspot.com.br
Imagem aérea do estádio das Laranjeiras em 1919;
Credito: museuvirtualdofutebol.blogspot.com.br

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.

27 de Janeiro de 1918 – Brasil 0 x 1 Dublin (URU)

.:: Jogo Não Oficial – 6 – Unofficial Match ::.
Rodolfo Marán, do Nacional de Montevideu, marcou o gol da vitória do Dublin;
Credit: www.ogol.com.br
Ficha Tecnica
Brasil 0 x 1 Dublin
Unofficial Friendly: Brazil 0 – 1 Dublin FC (URU)
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso Não-Oficial (6) – Copa Confraternidad
• Data (Date): Domingo, 27 de Janeiro de 1918
• Estádio (Stadium): Campo do Botafogo – Rua General Severiano, no Rio de Janeiro/DF
• Público (Attendance): Sem Registro (no Registry)
• Árbitro (Referee): Robert Lindsey Todd (Inglaterra / England)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (no Registry)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (no Registry)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (no Registry)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhum Atleta foi Expulso Nenhum Atleta foi Expulso
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
1-0 Rodolfo Marán
Brasil – Brazil Dublin Football Club (URU)
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
MARCOS Mendonça
Sylvio VIDAL
CHICO Netto
Francesco POLICE
AMÍLCAR Barbuy ©
ÍTALO Bossetti
Afrodísio FORMIGA
Antônio DIAS
Arthur FRIEDENREICH
Manoel NECO
Raphael RODRIGUES
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Mateo MAGARINOS [Dublin FC]
Nelson MONTES [Montevideu Wanderers]
Antonio URDINARÁN [Nacional]
Sadi COUTURE [Dublin FC]
P. ORIZZIA [Dublin FC]
José VANZZINO [Nacional]
Americo CARBONE [Dublin FC]
Héctor SCARONE [Nacional]
Juan BRONZILLO [Dublin FC]
Ángel ROMANO [Nacional]
Rodolfo MARÁN [Nacional]
Coach: Ground Committee Coach: J. C. Pachintesta
# Nenhuma Substituição # Nenhuma Substituição
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
0 x 1 0 x 0 0 x 1
● Esta foi a primeira vez que a seleção brasileira perdeu para um clube;
● Estreantes na Seleção Brasileira: Police e Rodrigues;
● O Dublin jogou reforçado: Antonio Urdinarán, José Vanzzino, Héctor Scarone, Ángel Romano e Rodolfo Marán (Nacional de MOntevideu); e Nelson MOntes (Montevideu Wanderers);
● Amistosos contra clubes ou combinados não são considerados oficiais pela FIFA;
● Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (“Capitão”).
● Ground Committee: Ferreira Vianna Neto e Amílcar Barbuy (capitão);
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD);
● Campanha do Brasil em 1918: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Uniforme da Seleção Brasileira ::.
Uniforme usado pela seleção brasileira nesse jogo;

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.


16 de Outubro de 1917 – Uruguai 3 x 1 Brasil

.:: Jogo Oficial – 10 – Official Match
Manuel Nunes, o Neco, marcou o gol de honra do Brasil contra os uruguaios;
Ficha Tecnica
Uruguai 3 x 1 Brasil
Campeonato Sul-Americano de 1917 no Uruguai
Ficha Técnica
• Competição (Tournament): Amistoso Oficial
• Data (Date): Terça-Feira, 16 de Outubro de 1917
• Estádio (Stadium): Parque Pereyra, em Montevideu (Uruguai / Uruguay)
• Público (Attendance): Sem Registro (No Record)
• Árbitro (Referee): Carlos Fanta (Chile)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Sem Registro (No Record)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Sem Registro (No Record)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Record)
Advertências | Cautions | Sent Off Advertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma Expulsão Nenhuma Expulsão
Goals | Gols | Goles Goals | Gols | Goles
Gol 1-0 Luis Grecco, aos 20’/1º Gol 1-2 Neco, aos 32’/1º
Gol 2-0 Luis Grecco, aos 30’/1º
Gol 3-1 Isabelino Gradín, aos 43’/1º
Uruguai – Uruguay Brasil – Brazil
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
Alfredo BALMELLI
José BENINCASA
Miguel BENINCASA
Pedro OLIVIERI
Abdón PORTA
Nelson MONTES
Pedro ETCHART
Raúl GARRIDO
Luis GRECCO
Isabelino GRADÍN
Rodolfo MARÁN
Go
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
At
CASEMIRO Amaral
Sylvio VIDAL
CHICO Netto ©
Sylvio LAGRECA
Armamdo GALLO
Antônio DIAS
CAETANO Izzo
AMÍLCAR Barbuy
HAROLDO Domingues
Manoel NECO
ARNALDO Silveira
Coach: Ramón Platero Coach: Ground Comitee
Não Havia Substituições Não Havia Substituições
Tempo Regulamentar Prorrogação Penalidades
1º T 2º T Final 1º T 2º T Final Normal Altern Final
3 x 1 0 x 0 3 x 1
● Estreantes na Seleção Brasileira: Nenhum;
● Obs: Até 1922 não havia um “Técnico” propriamente dito. Quem convocava e treinava a seleção brasileira era uma “Comissão Técnica”, chamada Ground Comitee. Quem fazia o papel de técnico era o representante do time dentro de campo (Capitão);
● Ground Comitee: Mário Pollo, R. Cristófaro e Chico Netto (Capitão);
● Na época o futebol brasileiro era dirigido pela Federação Brasileira de Desportos (CBD);
● Campanha do Brasil em 1917: www.jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com/season

.:: Deixe um Comentário ::.
Se você gostou desse post ou do site indique para seus amigo.
Deixe uma crítica ou uma sugestão.